Questões na prática

Ginecologia e Obstetrícia

Ginecologia

Quanto à anovulação crônica é incorreto afirmar:

A
As pacientes com síndrome de ovários policísticos e obesas podem apresentar intolerância a glicose.
B
A acantose Nigricans é considerada um marcador de resistência à insulina nas mulheres hirsutas.
C
Nas pacientes anovulatórias crônicas, a elevação persistente dos níveis de estrogênios não interrompidos por progesterona aumenta o risco de carcinoma endometrial.
D
A redução de peso nas pacientes obesas com síndrome de ovários policísticos pode afetar positivamente as normalidades menstruais e o hirsutismo.
E
Os contraceptivos orais são pouco eficazes por diminuir a produção ovariana de androgênios e também diminuem os níveis circulantes de globulina transportadora de hormônios sexuais.
No exame de rotina na Unidade Neonatal, é detectado Sinal de Ortolani positivo no quadril esquerdo de um recém-nascido a termo. A época ideal e o método de imagem mais adequados para confirmar o diagnóstico de doença displásica do quadril são:
Mulher de 68 anos de idade, professora aposentada, iniciou declínio de memória, sobretudo para fatos recentes e desorientação espacial. Esses sintomas se instalaram de forma insidiosa e foram lentamente progredindo. Alterações de linguagem, distúrbios de planejamento (funções executivas) e de habilidades visuoespaciais surgiram com a evolução do quadro há 18 meses. A paciente sempre foi considerada saudável e não apresentava comorbidades. Após avaliação neurológica, foram solicitados exames laboratoriais, ressonância magnética do crânio e avaliação neuropsicológica, sendo diagnosticada como tendo demência primária cortical e medicada com um inibidor da acetilcolinesterase. Qual foi o provável diagnóstico clínico?
Pré-escolar, cinco anos, sexo masculino, procurou ambulatório de oftalmologia, pois a mãe observou discreto desvio do olho esquerdo. Há 20 dias, nasceu de parto prematuro, IG: 36 semanas; Peso: 2.540 g; Est: 45 cm; Pc: 32 cm - Apgar 8/9. Permaneceu em oxigenoterapia (CPAP) por 7 horas devido uma taquipneia transitória. Gravidez sem intercorrência. Teve alta com 4 dias de vida. Exame físico: estrabismo com esotropia à esquerda e reflexo pupilar branco leucocoria. Hipótese diagnóstica:
Paciente portador de fratura da diáfise do úmero, com incapacidade de extensão do punho e das articulações metacarpofalangeanas apresenta:
Compartilhar