Questões na prática

Pediatria

Pediatria Geral

De acordo com o Calendário Básico de Vacinação do Programa Nacional de Imunizações do Ministério da Saúde, assinale a alternativa que mostra que o número de doses que uma criança hígida com 9 meses de idade deve ter recebido das vacinas: Tretavalente, Rotavírus e Tríplice viral.

A
Tretavalente - 3; Rotavírus - 2; Tríplice viral - 0.
B
Tretavalente - 4; Rotavírus - 2; Tríplice viral -1.
C
Tretavalente - 4; Rotavírus - 3; Tríplice viral - 1.
D
Tretavalente - 3; Rotavírus - 2; Tríplice viral - 1.
E
Tretavalente - 3; Rotavírus - 3; Tríplice viral - 0.
Paciente, 36 anos de idade, lavradora, procedente da zona rural, cursa com diarreia há três meses com perda ponderal de 5 kg, além de dor abdominal. Nega história familiar de câncer. Tem dieta rica em frutas e legumes. O quadro se caracteriza por 8 dejeções/dia com fezes amolecidas, sem muco ou sangue visíveis. Traz exame protoparasitológico de fezes, em uma amostra, negativo. Ao exame físico, se apresenta com hipocromia de mucosas ++/4, IMC: 23 kg/cm², abdome sem visceromegalias. Os exames de laboratório evidenciam Hb: 8 g/dl, VHS: 54 mm na 1ª hora, leucograma: 14,3 mil com 76% segmentados. A colonoscopia revelou úlceras de aspecto serpiginoso em ceco e íleo terminal, com mucosa de permeio normal. Quanto a uma biópsia intestinal, para essa paciente, a assertiva correta é:
Criança, 5 anos de idade, vem há 2 semanas com febre, mal estar e dor nas articulações. Há 8 dias vem apresentando edema em face e MMII, urina escura e em menor quantidade. Ao exame, TA: 140 x 100 mm/Hg. O exame de urina mostra hemácias +++, proteínas ++, cilindros hemáticos e granulosos. Ureia e creatinina discretamente elevados. O diagnóstico mais provável é:
Criança, 4 anos de idade, é internada com quadro de náusea, vômito e dor abdominal. Apresenta-se torporosa, emagrecida, febril, TAX: 38º, com sinais de desidratação, apesar da diurese abundante, enchimento capilar: 6 seg, F.R.: 40 irpm, PA: 80x40 mmHg, F.C.: 120/bpm. Os exames laboratoriais iniciais revelaram glicemia: 500 mg/dl, K: 4,7, Na: 126, PCO2: 16 mmHg, PO2: 75 mmHg, SatO3: 95%, gasometria arterial Ph: 7,15, HCO3: 6 mEq/l. São condutas terapêuticas que se enquadram, neste caso, exceto:
A respeito da hipertensão arterial sistêmica, é incorreto afirmar que:
Compartilhar