Questões na prática

Ginecologia e Obstetrícia

Ginecologia

Dentre as pacientes que procuram os ambulatórios de Doenças Sexualmente Transmissíveis, é comum ter de fazer a distinção entre úlcera genital da sífilis primária e do cancro mole. O diagnóstico diferencial, com bases clínicas, pode ser feito adotando as seguintes observações:

A
no cancro mole, os bordos da lesão são elevados e dolorosos.
B
na sífilis primária, o fundo da lesão é purulento, de odor fétido, tendo os bordos planos.
C
normalmente, na sífilis primária há mais de uma lesão ulcerativa, dolorosa à palpação.
D
o cancro mole apresenta úlcera de bordos planos, dolorosos, de odor fétido, e, frequentemente, há mais de uma lesão.
E
na sífilis primária, a úlcera tem bordos elevados, com infecção secundária que produz odor fétido.
Quanto à recuperação de criança desnutrida, assinalar a alternativa INCORRETA.
Sobre a epifisite do calcâneo, ou doença de Sever, marcar C para as afirmativas Certas, E para as Erradas e, após, assinalar a alternativa que apresenta a sequência CORRETA: ( ) Ocorre mais comumente na faixa etária entre os nove e os 14 anos de idade, sendo muito rara sua ocorrência antes disso. ( ) É mais frequente em meninos e, na maioria das vezes, é unilateral. ( ) O diagnóstico é dado pelo achado patognomônico de esclerose da apófise do calcâneo no raio X de perfil.
Um homem de 42 anos notou nódulo levemente doloroso na pálpebra superior há 3 semanas. Ao exame físico o nódulo é firme, sem ulceração. A conjuntiva e a córnea estão aparentemente normais. O exame histopatológico evidenciou “processo inflamatório constituído por linfócitos de permeio a células epitelioides e células gigantes”. Qual é o provável diagnóstico?
São afirmativas verdadeiras sobre a doença diverticular do cólon e a ocorrência de diverticulite aguda, EXCETO:
Compartilhar