Questões na prática

Cirurgia

Cirurgia Geral

Dentre os itens abaixo, em qual cirurgia NÃO há indicação de antibioticoprofilaxia?

A
Hernioplastia inguinal com tela de marlex.
B
Ressecção do intestino delgado.
C
Gastroplastia para obesidade mórbida.
D
Fundoplicatura.
E
Craniotomia.
Aparecida, 48 anos, branca, casada, G2P2A0, procurou seu médico de família com queixa de irregularidade menstrual com alterações na quantidade do fluxo, da duração e frequência dos ciclos. Queixou-se também de ondas de calor. Aparecida é tabagista, sedentária, obesa, hipertensa. Após descartar doença endometrial, orientar sobre o abandono do tabagismo, realizar mamografia, o médico de família e Aparecida optaram por iniciar a Terapia de Reposição Hormonal (TRH). Em relação à TRH, assinale a alternativa INCORRETA:
Paciente, 18 anos de idade, apresenta em avaliação médica de rotina TA: 160 x 110 mmHg. Tem história familiar de hipertensão arterial. Ritmo urinário sem alterações, com urina de aspecto normal. Ao exame, apresenta-se sem outras alterações à exceção de esmagamento nos cruzamentos arteriovenosos na retina e imagem em “chama de vela” na oftalmoscopia. Não há diferença pressórica entre os membros. A medicação que deve ser usada com cautela, nesse paciente, é:
Paciente, 10 anos de idade, apresenta edema, cansaço fácil e mal-estar há mais de 2 semanas, diurese diminuída. Passado de amigdalites. Ao exame físico, mostra regular estado geral, temperatura de 37,5ºC, edema bipalpebral e de MMII. Ausculta cardiopulmonar com F.C. > 160 bat/min, F.R > 30 inc/min. Murmúrio rude e roncos com presença de terceira bulha, sopro sistólico audível em ponta. Abdome com fígado aumentado a 5 cm do RCD, doloroso à palpação. A profilaxia recomendada para esse paciente, segundo recomendação da American Heart Association, é usar penicilina:
Januária, 24 anos, realizou, há 18 meses, cirurgia de derivação gástrica em Y de Roux por via laparoscópica devido à obesidade mórbida. No 3° dia de pós-operatório apresentou taquicardia e desconforto abdominal e, no dia seguinte, observou-se drenagem de secreção biliosa pela ferida operatória. Teve alta após o controle da complicação acima e desde então, perdeu 25 kg. Nega outras patologias. Há um mês com astenia intensa, dificuldade de deambular, sudorese e vômitos frequentes no período pós-prandial. Intolerância à ingestão de carne bovina. Nega uso de medicações. Em amenorreia há 6 meses. Ao exame ginecológico, observa-se muco cervical abundante fluido e cristalino, com filância de 8 cm. O quadro apresentado requer:
Compartilhar