Questões na prática

Pediatria

Doenças Respiratórias

Desde a década passada, a Atenção Integral às Doenças Prevalentes da Infância (AIDPI) revelou-se uma estratégia adequada à disposição dos médicos, com um conjunto básico de intervenções baseadas em evidências científicas que permitem prevenir e tratar eficazmente as principais doenças e problemas que afetam a saúde nos primeiros anos de vida. Acerca dessas evidências, julgue o item. O caso de uma criança de dois anos de idade que tosse há três dias, consegue ingerir líquidos e que, ao exame físico, apresenta frequência respiratória de 50 incursões por minuto, sem retrações, estridor ou sibilância não deve ser classificado como pneumonia.

A
CERTO
B
ERRADO
Gestante de 37 anos, com 33 semanas de gestação, queixa-se de parada de movimentação fetal há 1 dia. Refere não ter nenhuma intercorrência no pré-natal. É sua segunda gestação, tendo um parto normal há 3 anos, com recém-nascido saudável que pesou 3.300g. A pressão arterial é de 100x60cm H2O. A altura uterina é de 29cm, não há dinâmica uterina. Não se auscultam batimentos cardíacos fetais e o colo está impérvio. A ultrassonografia revela ausência de batimentos cardíacos fetais, apresentação pélvica, placenta grau II e líquido amniótico de volume normal. Qual a conduta a ser tomada?
Para a criança da questão anterior o tratamento preconizado pelo Ministério da Saúde é:
Em uma mulher de 64 anos que relata edema simétrico de membros inferiores, assinale o achado que não corrobora o diagnóstico de Insuficiência Cardíaca Direita.
Nos pacientes HIV positivos, os principais agentes causais das miocardites são:
Compartilhar