Questões na prática

Pediatria

Pediatria Geral

Desde a década passada, a Atenção Integral às Doenças Prevalentes da Infância (AIDPI) revelou-se uma estratégia adequada à disposição dos médicos, com um conjunto básico de intervenções baseadas em evidências científicas que permitem prevenir e tratar eficazmente as principais doenças e problemas que afetam a saúde nos primeiros anos de vida. Acerca dessas evidências, julgue o item. O quadro de uma criança de 6 meses de idade está com diarreia sem sangue nas fezes há 5 dias, letárgica, sem beber bem líquidos oferecidos (sais de reidratação oral) e cuja pele, quando pinçada, volta muito lentamente ao estado anterior, deve ser classificado como caso de desidratação grave.

A
CERTO
B
ERRADO
Recém nascido de parto por cesariana, sexo masculino com 38 semanas de gestação e 2850 gramas, boas condições de nascimento, necessitou uso de oxigênio inalatório na sala de parto por apresentar cianose central. Após os procedimentos iniciais foi mantido em observação por apresentar tiragem intercostal baixa e taquipneia (FR = 80 mpm), recebendo leite por sonda gástrica. Com oxigênio em concentração de 30 % mantinha-se corado com oximetria de pulso de 92%. Hemoglucoteste normal. Raio-X de tórax com trama acentuada nas regiões hílares e retificação das cúpulas diafragmáticas. O diagnóstico é de:
Leia o caso clínico abaixo e responda. Dá entrada no setor de emergência, trazido por unidade móvel do Corpo de Bombeiros, um rapaz que sofreu acidente automobilístico. Ele era o carona, o carro foi atingido à esquerda e o motorista faleceu no local. Tem 30 anos e está alcoolizado. Foi utilizada a sequência de atendimento inicial ao politraumatizado, com infusão em bolus de 2.000 ml de Ringer lactato. Está sonolento e apresenta escoriações no flanco, distensão abdominal e dispneia. Sua PA é de 70 x 40 mmHg. FC = 130 bpm, FR = 34 ipm. A melhor conduta a realizar, neste caso, é:
Recém-nascido a termo, Apgar 8 e 9, pequeno para idade gestacional, parto vaginal. No alojamento conjunto, apresento hipoatividade, cianose em mãos e pés, taquipneia. A glicemia era 30 mg/dl. O hematócrito central foi de 68% e havia trombocitopenia. O diagnóstico e a conduta imediata, respectivamente são:
Menina de cinco anos, cuja mãe teve tuberculose diagnosticada recentemente, foi encaminhada ao ambulatório de Pediatria para investigação. A criança apresenta cicatriz de BCG, está assintomática e o teste tuberculínico foi reator com 16 mm. Na radiografia simples de tórax, há imagem de nódulo hilar calcificado à direita. Neste caso, a conduta recomendada é:
Compartilhar