Questão de Residência Médica
Diante da dificuldade de controle das dores abdominais e da diarreia com fezes sanguinolentas, uma paciente de 42 anos foi submetida à ressecção parcial de intestino delgado por doença inflamatória. A partir do oitavo dia, formou-se um trajeto fistuloso que se abria na pele, com saída de líquido entérico. O volume drenado, em ml/dia, acima do qual uma fístula enterocutânea deixa de ser considerada de baixo débito, é de:
Compartilhar