Questões na prática

Pediatria

Neonatologia

Diante de uma gestante que fez somente 2 consultas de pré-natal no primeiro trimestre da gestação e não havendo registro de qualquer tratamento realizado em suas anotações, considere as seguintes assertivas em relação ao recém-nascido: I- Se o VDRL materno, no momento do parto, for maior que 1:16, deve-se solicitar VDRL, FTA-ABs IgG e IgM, e análise do liquor, hemograma, RX de ossos longos, iniciando imediatamente o tratamento para sífilis congênita. II- Se o teste rápido para HIV for negativo, não se deve permitir a amamentação ao seio imediatamente após o nascimento. III- Se HBsAg for negativo, deve-se vacinar contra hepatite B e aplicar imunoglobulina da hepatite B em sítios musculares diferentes. Marque a alternativa correta.

A
Apenas I.
B
Apenas II.
C
Apenas III.
D
Apenas I e III.
E
I, II, III.
Sabendo que grande parte das afecções neonatais possam ser decorrentes de eventos hipóxicos, é correto afirmar que:
M.S.T., masculino, 8 meses, nascido a termo, parto vaginal com fórceps, Apgar 5/9 e peso de 3200 g. Recebeu aleitamento materno até 3 meses de idade, quando foi introduzido leite de vaca integral diluído ao meio e dieta complementar. Na consulta de rotina na UBS, observado baixo ganho de peso, palidez, esplenomegalia discreta e atraso do desenvolvimento neuropsicomotor. Não há referências de doenças familiares. A hipótese diagnóstica e conduta mais corretas neste caso seriam:
Recém-nascido de 8 dias de vida encontra-se na unidade de terapia intensiva com suspeita de cardiopatia congênita. Ao exame físico: mal estado geral, taquidispneico, perfusão capilar lentificada, pele fria e cianose importante. Saturação de 50%. Ausculta cardíaca: ritmo cardíaco regular em 2 tempos com sopro sistólico ++ em 6+, audível na borda esternal esquerda baixa. Pulsos filiformes e presentes nas quatro extremidades. A principal hipótese é:
A causa mais comum de hemorragia gastrointestinal aguda baixa em pacientes menores de 30 anos é:
Compartilhar