Questões na prática

Clínica Médica

Cardiologia

Dona Glória, 62 anos, viúva, prendas do lar procurou seu médico com queixa de dispneia para caminhar no plano, edema de mmii, “falta de ar que piora à noite, melhorando quando ela se levanta e vai para janela tomar ar”. Ao exame o médico verificou pressão arterial de 140/90 mmHg, frequência cardíaca = 105 bpm. Trouxe um RX de tórax realizado em serviço de urgência que revelava índice cardio-toráxico = 0,6 e edema pulmonar interticial. Segundo os critérios de Boston para o diagnóstico da insuficiência cardíaca, qual a classificação para Dona Glória?

A
Diagnóstico definido.
B
Diagnóstico possível.
C
Diagnóstico provável.
D
Os dados fornecidos pelo caso acima não permitem fazer a classificação diagnóstica segundo os critérios de Boston.
São cardiopatias acianogênicas com hipervolemia e hipofluxo pulmonar, EXCETO:
Nasce um recém-nascido com aproximadamente 3kg, em apneia. Conduta 1: colocado no berço de reanimação e aplicado os passos iniciais, mas não apresentou movimentos respiratórios e a FC era de 50bpm; Conduta 2: iniciou a ventilação com balão e máscara e o sensor do oxímetro foi posicionado, mas não houve melhora após 30 segundos. A técnica de ventilação foi corrigida, mas a FC permaneceu em 50 bpm e a saturação em 40% ao associar-se oxigênio suplementar. O RN permaneceu em apneia. A conduta é:
É uma característica dos tumores vesicais
Homem de 66 anos é atendido em Centro de Saúde, relatando uso de amoxicilina de modo irregular há duas semanas para tratamento de otite média aguda. Queixa-se de diminuição da acuidade auditiva e dor retroauricular. Ao exame físico, encontra-se febril e com eritema na referida região retroauricular. Assinale a alternativa ERRADA em relação à abordagem dessa afecção:
Compartilhar