Questões na prática

Clínica Médica

Cardiologia

Nefrologia

Dona Glória, 62 anos, viúva, prendas do lar procurou seu médico com queixa de dispneia para caminhar no plano, edema de MMII, “falta de ar que piora à noite, melhorando quando ela se levanta e vai para janela tomar ar”. Ao exame o médico verificou pressão arterial de 140/90mmHg, frequência cardíaca = 105bpm. Trouxe um RX de tórax realizado em serviço de urgência que revelava índice cardiotoráxico = 0,6 e edema pulmonar intersticial. Em relação aos exames complementares que o médico de família deverá solicitar, assinale a afirmativa INCORRETA:

A
O ECG auxilia na identificação ideológica e é um exame bastante acessível, devendo fazer parte da investigação de todos os pacientes.
B
A radiografia de tórax é empregada tanto no diagnóstico inicial como na identificação de descompensações clínicas.
C
A hiponatremia é achado frequente em insuficiência cardíaca e está associada à gravidade da doença.
D
A redução dos níveis de ureia e creatinina pode ser explicada pela ativação da enzima conversora da angiostensina.
Um menino de dois anos de idade teve uma convulsão febril vem ao seu consultório um dia após ter sido atendido no serviço de emergência. Ele está afebril no momento, ativo. Sua mãe informa que ele está tomando antibióticos para uma otite diagnosticada na véspera. Ela deseja saber o que esperar no futuro a respeito de sua situação neurológica. Você diz para ela:
Paciente 06 anos de idade, sexo masculino, deu entrada no PS com queixa de dor testicular de início súbito, de forte intensidade, apresentando elevação do testículo na hemibolsa esquerda, doloroso ao toque, com edema local, apresentando 04 horas de evolução. Qual a conduta:
Fármacos do grupo dos benzodiazepínicos e fenotiazínicos melhoram os sintomas comportamentais nos pacientes com quadros demenciais, porém possuem como efeitos colaterais:
Lactente de oito meses de idade, que pesava, ao nascer, 3000 g e, atualmente, pesa 8000 g, iniciou, há 20 dias, quadro de febre alta, vômitos e fezes líquidas, algumas vezes com raias de sangue. Atualmente ele mantém diarreia líquida, associada a distensão abdominal, flatulência excessiva e assadura periana. O diagnóstico provável é diarreia:
Compartilhar