Questões na prática

Psiquiatria

Durante consulta regular de acompanhamento em uma unidade básica de saúde a ilha de uma paciente de 78 anos, analfabeta, queixa-se de que sua mãe vem apresentando problemas de memória, com início há três meses. A ilha nega febre, alterações do ciclo sono-vigília, incontinência urinária ou viagens recentes. A paciente informa que é portadora de hipertensão arterial e diabetes melitus tipo 2 não insulino-dependente, fazendo uso de captopril e metformina em doses e intervalos adequados, conforme controles de níveis de pressão arterial e laboratoriais recentes. Nega história familial conhecida de distúrbios neurológicos ou demenciais. Nega tremor ou outros sintomas sugestivos de parkinsonismo, nega traumas ou quedas recentes. Dentre as condutas abaixo, qual deinitivamente NÃO deveria ser um dos passos diagnósticos frente à queixa de memória da paciente ?

A
Aplicar o mini-exame do estado mental (MEEM), e se escore for inferior a 24 pontos, iniciar memantina e ginkgo biloba.
B
Realizar investigação do humor (psico-afetiva) da paciente, identificando se a mesma preenche critérios para o diagnóstico de episódio depressivo maior.
C
Submeter a paciente a exame de imagem do sistema nervoso central (tomografia computadorizada ou ressonância nuclear magnética).
D
Realizar exame neurológico completo, em busca de déicits neurológicos focais ou sinais de prévio comprometimento neurológico ou cognitivo
E
Submeter a paciente a exames laboratoriais, em busca de causas potencialmente reversíveis de demência (TSH, VDRL, deficiência de vitamina B12)
Paciente do sexo masculino, 60 anos, hipertenso há anos e com discreta sequela motora em membros superior e inferior esquerdos decorrente de acidente vascular encefálico sofrido há 1 ano, procura pronto-socorro por dor de início súbito no membro inferior esquerdo, de forte intensidade, iniciada há 3 horas. Ao exame físico: pressão arterial = 140 x 80 mmHg, frequência cardíaca de 132 batimentos por minuto e pulso irregular. Há gradiente térmico e palidez presentes no membro da queixa. Os pulsos poplíteo, tibial posterior e pedioso à esquerda são ausentes e os demais presentes. A hipótese diagnóstica e o tratamento são respectivamente:
Dentre as seguintes alternativas, quais cardiopatias apresentam hiperfluxo pulmonar:
Júnior tem 6 meses, é filho único de D. Sônia (23 anos), foi trazido à consulta de puericultura na UBS pela primeira vez, pois mudou de endereço. Mãe não tem queixas, a criança está em aleitamento materno exclusivo e é saudável, nasceu a termo com peso adequado e vem apresentando seu crescimento dentro das curvas de escore Z entre 0 e +1 para peso e comprimento; o perímetro cefálico dentro do percentil 50. Está com o calendário de vacinas atualizado. Ao exame físico, o estado geral é bom, os marcos do desenvolvimento neuropsicomotor estavam adequados à idade, demais itens do exame físico normais, exceto pela ausência de cicatriz vacinal do BCG (segundo a mãe, nunca formou nenhuma reação no local da vacina). Nesta consulta, a a conduta correta é:
Um neonato apresentou sinais de insuficiência respiratória logo após o nascimento. Sua mãe teve episódio de descolamento da placenta com 30 semanas de idade gestacional. Utilizou ventilação mecânica e uma dose de surfactante. Realizado ecocardiograma com cinco dias de vida que mostrou persistência do canal arterial. Com sete dias de vida, apresentou crise convulsiva. Com 20 dias de vida, iniciou com distensão abdominal, sendo notado pneumatose intestinal no exame radiológico. Referente à prematuridade, assinale a alternativa CORRETA:
Compartilhar