Questões na prática

Clínica Médica

Dermatologia

Durante reunião de avaliação da sua equipe, identifica-se que ectoparasitoses como a escabiose, a pediculose, a ftiríase e a tungíase vêm representando um problema de difícil controle na comunidade. Tomando como referência o manejo dessas condições, pode-se afirmar que:

A
Após o tratamento específico da escabiose com ivermectina em dose única, deve-se afastar o caso da escola ou do trabalho até 24 horas após o término do tratamento. No caso de paciente internado, recomenda-se o isolamento durante 24 a 48 horas após o término do tratamento.
B
O tratamento específico para pediculose com o uso de xampu de permetrina (5%) ou deltametrina (0,2%) deve ser realizado em aplicação única e repetição após sete dias. Como os piolhos podem viver até três dias em fômites, recomenda-se desinfestação mecânica e/ou química.
C
O tratamento da ftiríase pode ser realizado por meio de retirada manual dos parasitas com auxílio de vaselina. Uma alternativa, o tratamento específico com benzoato de benzila tópico, é bastante eficaz pela baixa toxidade e por atuar em todas as formas do parasita.
D
O tratamento da tungíase consiste na retirada das pulgas penetradas com uma agulha estéril e tratamento de infecções secundárias com antibiótico. Esse tratamento deve estar associado ao uso de antiparasitários por via oral, em especial o tiabendazol.
E
O tratamento de todas as ectoparasitoses discutidas pela equipe deve estar associado a medidas de melhoria das condições de higiene da família, basicamente: cuidado com utensílios domésticos, com roupas de uso pessoal ou de uso comum.
Qual o tratamento da trombose hemorroidária aguda para um paciente cujo início dos sintomas se deu há 36 horas?
Sobre a ocorrência de embolia gordurosa e de síndrome da angústia respiratória do adulto (SARA), podemos afirmar que:
Todas as entidades abaixo relacionadas podem apresentar anticorpos antinucleares e fator reumatoide reagentes, EXCETO:
Dentre os fármacos abaixo, qual NÃO está relacionado com rabdomiólise ou miopatia crônica?
Compartilhar