Questões na prática

Clínica Médica

Gastroenterologia

Durante uma apendicectomia por apendicite grau III houve contaminação grosseira da pele com secreção purulenta. O cirurgião optou por fechar a incisão nos planos musculares e aponeuróticos, iniciar antibioticoterapia e fazer curativos estéreis diariamente. Após 5 dias, ele realizou a síntese da pele. Qual o nome desse procedimento?

A
Fechamento primário.
B
Fechamento primário retardado.
C
Fechamento secundário.
D
Sutura por segunda interação.
E
Revisão de peritoniostomia.
Lesão cutânea discreta, perolada, hemisférica, lisa, papulosa, medindo 3 mm de diâmetro, com umbilicação central e conteúdo caseoso, localizada no pescoço de menina de 8 anos, saudável e frequentando a escola, corresponde a:
Peri, 35 anos, é atendido pelo GSE em via pública, após acidente automobilístico. Está alcoolizado, apresenta trauma torácico, com desconforto respiratório e hipotensão (PA 90/60 mmHg), que responde a infusão de cristaloides; FC 100 bpm, FR 28 irpm. Submetido a cateterismo vesical que dá saída a 50 ml de urina sanguinolenta, à ultrassonografia abdominal que revela moderada quantidade de líquido livre na cavidade peritoneal; à radiografia de tórax com hipotransparência difusa em hemitórax esquerdo. Ao ser transportado para o Serviço de Radiodiagnóstico, Peri apresenta novo quadro de hipotensão. O lavado peritoneal é positivo para sangue. Submetido à laparotomia exploradora, observa-se presença de laceração esplênica linear em polo inferior do baço, medindo cerca de 4 cm de extensão e aproximadamente 4 cm de profundidade. A conduta é:
Jovem de 14 anos de idade, com dor pélvica aguda na região hipogástrica direira (FID), febre, calafrios, e com ciclos menstruais regulares. Sinal de Blumberg positivo. O diagnóstico clínico mais provável é:
São sinais radiológicos comuns na apendicite aguda, exceto:
Compartilhar