Questões na prática

Clínica Médica

Cardiologia

Hepatologia

É internado um homem de 48 anos para investigação diagnóstica de ascite tensa, sendo realizada paracentese diagnóstica. A análise do líquido ascítico mostra pH = 8,0, glicose = 80 mg/dl, proteínas = 3,5 g/dl e albumina = 2,3 g/dl. A dosagem da albumina sérica é de 3,8 g/dl. Frente a estes achados, a hipótese diagnóstica mais provável é:

A
cirrose hepática.
B
pericardite constritiva.
C
peritonite tuberculosa.
D
carcinomatose peritoneal.
Mulher de 20 anos teve trauma torácico grave com fratura de esterno e múltiplas costelas à direita. Apresenta-se com pneumotórax completo à direita, contusão pulmonar à direita, escarro hemático e hipóxia moderada, mesmo com cateter de O2. Foi drenado o tórax direito com expansão pulmonar parcial e intensa fuga aérea persistente. Assinale a alternativa que apresenta a atitude recomendável nesse momento. (FOUCHE, Y.; TARANTINO, D. P. Anesthetic considerations in chest trauma. Chest Surg Clin N Am, 7:277, 1997)
Paciente adolescente, masculino, apresenta há uma semana dor de garganta e febre. Evoluiu para quadro de pneumonia com derrame pleural e tromboflebite de veia jugular interna. Na hemocultura, apareceu Fusobacterium necrophorum. O quadro que esse paciente apresenta se denomina: (PEDIATRICS, 1995. 96: 354–6)
Adolescente de 15 anos, proveniente da zona rural, após sofrer uma queda, apresenta ferimento limpo em perna esquerda. A acompanhante mostra ao médico o cartão em que estão anotadas as vacinas obrigatórias que a adolescente tomou na infância, o qual está completo. A conduta correta para esse caso clínico é:
Cláudio tem 42 anos, está obeso, com a pressão arterial de 150 x 100 mmHg. Vem ao consultório por apresentar uma síndrome gripal há 10 dias. É tabagista desde os 16 anos. Fuma 02 maços/dia e acende o primeiro cigarro logo após acordar. Quando perguntado sobre o desejo de parar de fumar, diz que já tentou, mas sem sucesso. Deseja tentar de novo. Você o orienta a, EXCETO:
Compartilhar