Questões na prática

Clínica Médica

Cardiologia

Hepatologia

É internado um homem de 48 anos para investigação diagnóstica de ascite tensa, sendo realizada paracentese diagnóstica. A análise do líquido ascítico mostra pH = 8,0, glicose = 80 mg/dl, proteínas = 3,5 g/dl e albumina = 2,3 g/dl. A dosagem da albumina sérica é de 3,8 g/dl. Frente a estes achados, a hipótese diagnóstica mais provável é:

A
cirrose hepática.
B
pericardite constritiva.
C
peritonite tuberculosa.
D
carcinomatose peritoneal.
Um homem, 16 anos, sofre acidente automobilístico com trauma contuso torácico e abdominal. No local do acidente a PA sistólica é de 80 e a frequência cardíaca (FC) de 120. Evolui com queda da PA sistólica para 60 e aumenta FC para 140. Apresenta distensão de veias cervicais e murmúrio vesicular bilateral. O melhor manejo para a condição acima é:
Considere as afirmações seguintes sobre o uso do fórcipe. I - O fórcipe é baixo quando a apresentação cefálica está visível no introito vaginal, a variedade de posição é OP e o vértice está no plano 0 ou +1 de De Lee. II - São condições de aplicabilidade do fórcipe: esvaziamento prévio da bexiga, dilatação completa, bolsa rota e diagnóstico correto da variedade de posição. III - O fórcipe de Piper é o indicado para as variedades de posição transversas. Qual a alternativa correta?
A amenorreia primária resultante de hipogonadismo hipogonadotrófico ocorre: I - quando o hipotálamo falha em secretar adequadamente o hormônio de gonadotrofinas (GnRH); II - quando a alteração da hipófise resulta em produção ou liberação inadequadas de gonadotrofinas hipofisárias; III - quando a produção ovariana de estradiol não é suficiente para fazer o feedback negativo com FSH. Qual a alternativa correta?
Gestante (G2P1A0), HIV positiva em uso de AZT 600 mg ao dia, chega à maternidade referindo dor no baixo ventre. Tem idade gestacional de 39 semanas, avaliada por ultrassonografia realizada com 12 semanas de gestação. Traz exame de carga viral de 1.200 cópias/ml, efetuado com 29 semanas. Ao exame, apresenta dinâmica de uma contração fraca em 15 min, batimentos cardiofetais de 148 bpm, colo com 1,5 cm, longo, grosso e posterior. A bolsa está íntegra e a apresentação é cefálica no plano -1 de De Lee. Qual a conduta mais adequada?
Compartilhar