Questões na prática

Clínica Médica

Pneumologia

É causa de derrame pleural transudativo?

A
Lúpus.
B
Cirrose.
C
Carcinoma broncogênico.
D
Tuberculose.
E
Uremia.
Uma mulher de 66 anos, portadora de câncer de mama, com metástases ósseas, está em tratamento quimioterápico há seis meses. Para controle das dores, faz uso de antiinflamatórios não- esteroidais, codeína em doses moderadas e bisfosfonatos. Foi trazida para consulta pelos familiares porque há um mês apresenta-se sem interesse pelas tarefas do dia-a-dia, diz que está sem esperança, só pensa em morrer e quer interromper o tratamento oncológico. A conduta apropriada nesse caso é:
O volume médio diário relacionado com as perdas insensíveis (pulmões e pele) a ser reposto no pós-operatório imediato de paciente com 70 kg submetido a vagotomia troncular com piloroplastia eletiva é de:
Paciente com três anos de idade, do sexo masculino, com febre alta há 5 dias e irritabilidade importante. Está usando apenas dipirona VO. Ao exame físico detecta-se: exantema polimorfo mais intenso em tronco sem lesões em alvo, eritema de palmas e plantas, hiperemia conjuntival bilateral, adenomegalia cervical anterior e posterior dolorosa, língua em framboesa, com lábios rachados e sem alterações em amígdalas palatinas. A principal hipótese diagnóstica é:
Recém-nascido, peso de 4.020 g, nascido de parto vaginal, com extração difícil na hora do parto, apresenta membro superior direito em adução e rotação interna do braço e pronação do antebraço. O reflexo de Moro é ausente deste lado e a preensão palmar é preservada. A hipótese diagnóstica mais provável é:
Compartilhar