Questões na prática

Clínica Médica

Preventiva

Infectologia

Em 2007, o país vivenciou duas situações epidêmicas: a Febre Amarela, na região Centro Oeste, e a Dengue, na cidade do Rio de Janeiro. O Boletim Epidemiológico da Secretaria de Vigilância em Saúde, de abril de 2008, apresentava os seguintes dados sobre as duas doenças, relativos ao período de janeiro a março de 2008: Febre Amarela: 70 casos suspeitos notificados, 40 confirmados, entre os quais, 21 óbitos. Ocorrência em áreas silvestres da região Centro-Oeste (38) e Paraná (02). Dengue: 120.413 casos de dengue clássica notificados e 647 casos de dengue hemorrágica, com 48 óbitos. Casos distribuídos nacionalmente, com altas taxas de incidência nos Estados do Mato Grosso do Sul, Pará e Rio de Janeiro. Sobre esses eventos, é correto afirmar:

A
Os principais fatores explicativos da epidemia de febre amarela relacionam-se ao ambiente e ao hospedeiro; quanto à dengue o cenário social e a estrutura do sistema de saúde são igualmente importantes
B
A identificação dos surtos foi possível pela intervenção da mídia
C
A dengue hemorrágica, pelos dados apresentados, é a condição de maior letalidade
D
As duas condições são transmitidas pelo mesmo vetor e, portanto, possuem os mesmos mecanismos de controle e prevenção
E
As doenças transmissíveis, embora ainda prevalentes no país em localidades específicas, serão erradicadas com a mudança do perfil demográfico e o desenvolvimento tecnológico do país
Quanto à cirurgia bariátrica podemos afirmar que:
Escoliose congênita resulta do crescimento e desenvolvimento anormal da coluna vertebral, provavelmente devido a eventos intrauterinos. Pode ocorrer falta parcial ou completa de formação (vértebras em cunha ou hemi-vértebras), falta parcial ou completa de segmentação (barras unilaterais não segmentadas) ou uma combinação de ambos. Uma ou mais anomalias ósseas podem ocorrer isoladamente ou em combinação. Visto que a coluna vertebral (incluindo os elementos neurais) e as vísceras são formadas em torno da 6ª semana no útero, os doentes com escoliose congênita têm frequentemente anomalias viscerais e intraespinhais associadas. Diagnosticada a anomalia congênita da coluna vertebral, o pediatra precisa descartar malformações em outros sistemas orgânicos. Há incidência maior para a concomitância de problemas no aparelho:
Um neonato apresentou sinais de insuficiência respiratória logo após o nascimento. Sua mãe teve episódio de descolamento da placenta com 30 semanas de idade gestacional. Utilizou ventilação mecânica e uma dose de surfactante. Realizado ecocardiograma com cinco dias de vida que mostrou persistência do canal arterial. Com sete dias de vida, apresentou crise convulsiva. Com 20 dias de vida, iniciou com distensão abdominal, sendo notado pneumatose intestinal no exame radiológico. Referente à prematuridade, assinale a alternativa CORRETA:
Em relação à linfa e ao linfoedema, assinale a afirmativa INCORRETA.
Compartilhar