Questões na prática

Clínica Médica

Pediatria

Endocrinologia

Infectologia

Pneumologia

Dermatologia

Doenças Respiratórias

Em atividades de rotina, você e sua equipe concluem o diagnóstico de tuberculose pulmonar em um casal recém-ingresso em um domicílio de sua área de referência. Trata-se dos pais de um recém-nascido. Você inicia o tratamento com tuberculostáticos e paralelamente avaliam os contatos. Em relação à criança, a conduta indicada será:

A
Iniciar quimioprofilaxia com a isoniazida na dose de 10 mg/kg de peso, por um período total de 6 meses, com posterior avaliação por meio da realização do PPD.
B
Realizar imediatamente a vacinação com BCG para reduzir as chances da criança desenvolver formas bastante graves da tuberculose, como a meningoencefalite.
C
Iniciar o tratamento com o esquema RIP, com doses ajustadas para o peso da criança, por um período de 6 meses, reavaliando posteriormente com radiografia de tórax.
D
Acompanhar a criança clinicamente durante todo o primeiro ano de vida e, paralelamente, programar a realização do esquema básico de vacinação para tuberculose.
E
Iniciar isoniazida durante 3 meses e reavaliar posteriormente com o PPD para definir se a isoniazida é mantida por mais de 3 meses ou se é suspensa, com a realização do BCG.
Sobre a drenagem percutânea dos abscessos intra-abdominais, é correto afirmar, exceto:
No último verão vivemos uma grave epidemia de dengue que assolou a capital do nosso estado (Rio de Janeiro), sendo as principais vítimas as crianças, que são mais suscetíveis. Responda as questões a seguir de acordo com as afirmações abaixo: I- O vírus da dengue é um vírus RNA, gênero flavovírus, família flaviviradae. II- Existem 4 sorotipos identificados: DENV- 1; DENV- 2; DENV- 3 e DENV- 4 e todos os sorotipos podem causar doença grave. III- Na febre hemorrágica da dengue pode se observar um aumento do hematócrito em 20% ou mais. IV- Ao realizar prova do laço em crianças se considera positivo se contar um número de petéquias maior que 10 em um quadrado de 2,5 cm de lado.
As seguintes condições são fatores predisponentes a formação de cálculos biliares, EXCETO:
Na apresentação cefálica defletida, com mento na posição transversa direita, qual a situação e a posição fetal?
Compartilhar