Questões na prática

Clínica Médica

Pediatria

Endocrinologia

Infectologia

Pneumologia

Dermatologia

Doenças Respiratórias

Dermatologia

Em atividades de rotina, você e sua equipe concluem o diagnóstico de tuberculose pulmonar em um casal recém-ingresso em um domicílio de sua área de referência. Trata-se dos pais de um recém-nascido. Você inicia o tratamento com tuberculostáticos e paralelamente avaliam os contatos. Em relação à criança, a conduta indicada será:

A
Iniciar quimioprofilaxia com a isoniazida na dose de 10 mg/kg de peso, por um período total de 6 meses, com posterior avaliação por meio da realização do PPD.
B
Realizar imediatamente a vacinação com BCG para reduzir as chances da criança desenvolver formas bastante graves da tuberculose, como a meningoencefalite.
C
Iniciar o tratamento com o esquema RIP, com doses ajustadas para o peso da criança, por um período de 6 meses, reavaliando posteriormente com radiografia de tórax.
D
Acompanhar a criança clinicamente durante todo o primeiro ano de vida e, paralelamente, programar a realização do esquema básico de vacinação para tuberculose.
E
Iniciar isoniazida durante 3 meses e reavaliar posteriormente com o PPD para definir se a isoniazida é mantida por mais de 3 meses ou se é suspensa, com a realização do BCG.
Recém nascido do sexo masculino apresenta flacidez abdominal, criptorquidia bilateral e dilatação pielocalicial bilateralmente. O provável diagnóstico, nesse caso, é:
Mulher de 52 anos apresenta ganho de peso (8 kg em 2 meses), sonolência, constipação intestinal e dores articulares difusas. Deu entrada no pronto-socorro com quadro de síncope e hemodinamicamente estável. Exames laboratoriais: TSH 8 µIU/ml (0,34-4,25 µIU/ml), T4-livre 0,5 ng/dl (0,8-1,7 ng/dl), sódio 114 mEq/L, potássio 3,6 mEq/L, ureia 40 mg/dl, creatinina 1,0 mg/dl e glicemia 100 mg/dl. Sobre a hiponatremia, assinale o diagnóstico e o tratamento corretos.
A tríade clínica de epífora, fotofobia e blefaroespasmo é característica de qual patologia oftalmológica congênita?
Qual das seguintes afirmações, acerca da artropatia relacionada à colite ulcerativa, é verdadeira?
Compartilhar