Questões na prática

Clínica Médica

Cardiologia

Neurologia

Com relação ao manejo farmacológico da insuficiência cardíaca, podemos afirmar que:

A
os antagonistas dos canais de cálcio de primeira geração, como verapamil e diltiazem podem ser usados em pacientes com disfunção sistólica quando estes são intolerantes aos betabloqueadores.
B
os betabloqueadores são importantes para melhorar a função sistólica e reverter o remodelamento cardíaco, mas deve ser reservado apenas aos pacientes em classe funcional III e IV da New York Heart Association (NYHA).
C
o uso dos inibidores da enzima conversora da angiotensina (IECA) é indicado a todo paciente com insuficiência cardíaca que apresenta redução da função sistólica, mesmo e principalmente em pacientes assintomáticos.
D
o levosimendam foi integrado ao arsenal farmacológico da insuficiência cardíaca crônica compensada.
E
os agentes bloqueadores do receptor da angiotensina II (BRA) são indicados em pacientes intolerantes ao IECA ou somados a estes em substituição aos agentes betabloqueadores em pacientes com pressão arterial preservada.
O termo carcinoma de células renais (CCR) é usado para descrever tumo res que surgem nos rins mas que incluem, na sua definição, uma variedade de diagnósticos histológicos e entidades clínicas distintas. O CCR representa 2-3% de todas neoplasias em adultos. Atualmente, um grande número dos tumores renais são diagnosticados durante exames de imagem feitos de rotina e a maioria são menores que 7 cm e confinados ao rim, portanto, candidatos a operações poupadoras de néfrons, como a nefrectomia parcial. Assinale o item que NÃO corresponde a uma indicação de nefrectomia parcial.
Homem de 84 anos apresenta, há 6 anos, abaulamento em região inguinal direita, associado a discreto desconforto aos moderados esforços. Exame físico: PA = 160 x 105 mmHg; FC = 90 bpm; ritmo cardíaco regular, com bulhas hipofonéticas; murmúrio vesicular pulmonar diminuído nas bases; abdome flácido com hepatomegalia discretamente dolorosa e hérnia redutível em quadrante inferior direito do abdome, com anel herniário de 4 cm; presença de edema em membros inferiores (++/4+). HPP: DM, hipertenso e insuficiência cardíaca leve. Foi submetido à ressecção prostática transuretral há 2 anos, sem queixas de prostatismo ou constipação. Qual a melhor conduta para esse paciente?
Quais dos achados fundoscópicos abaixo não são próprios de retinopatia hipertensiva?
A abertura inadvertida da cisterna de Pecquet (chyli) acarreta na temida ascite quilosa. O procedimento cirúrgico que possui maior risco de ter essa complicação é a:
Compartilhar