Questões na prática

Clínica Médica

Cirurgia

Hepatologia

Em paciente portador de insuficiência hepática e ascite, a erosão espontânea da pele, com rotura e saída de líquido, é mais comumente associada à hérnia do tipo:

A
crural.
B
lombar.
C
inguinal.
D
umbilical.
Mulher, 45a, obesa, refere dor no pé há 4 meses com piora progressiva. No momento apresenta dificuldade para caminhar, principalmente no período da manhã quando acorda. Parou de fazer caminhadas devido à dor. Exame físico: dor à palpação da face medial do calcanhar. O DIAGNÓSTICO E A CONDUTA SÃO:
Homem, 63a, queixa-se de dificuldade para iniciar a micção, jato urinário fraco e sensação de esvaziamento incompleto da bexiga, há 1 ano. Exame físico: toque retal da próstata = aumento de volume (aproximadamente 40 g), consistência fibroelástica, sem nódulos. A CONDUTA É:
Durante o plantão você acompanha o atendimento de ressuscitação cardiopulmonar em lactente de 18 meses. Foi realizada intubação orotraqueal, iniciadas compressões sincronizadas torácicas e ventilação na proporção de 15:2 e administração de adrenalina intravenosa. EM RELAÇÃO À CONDUTA, VOCÊ:
ID: Mulher, 58 anos de idade, portadora de fibrilação atrial diagnosticada há dois anos, HMA: iniciou há 8 horas com dor, frialdade e cianose fixa no pé esquerdo. Nega história prévia de claudicação intermitente em membros inferiores (MMIIs). EF: não apresenta os pulsos distais palpáveis no MIE e o exame do MID encontra-se normal, com todos os pulsos palpáveis. INR= 1,8. A conduta imediata mais apropriada é:
Compartilhar