Questões na prática

Clínica Médica

Cardiologia

Em que situação paciente de 40 anos, com PA 140/100 em três consultas consecutivas, deve ser tratado medicamentosamente, associando-se de imediato medidas não farmacológicas?

A
Tabagista.
B
Diabético.
C
Usuário de corticoides.
D
Colesterol total igual ou superior a 280.
E
HDL igual ou inferior a 30.
Das malformações cervicais apresentadas a seguir, assinale a alternativa contendo aquela que mantém relações com a intimidade do osso hioide.
Lactente de quatro meses, masculino, eutrófico, em aleitamento materno exclusivo, apresenta episódios intermitentes de fezes pastosas de aspecto mucoide com raias de sangue, não associados à irritabilidade, choro ou cólicas há 20 dias. Nega febre. O exame clínico demonstra abdômen normodistendido, peristático, sem massas ou visceromegalias, sem episódios de vômitos ou diarreia. O diagnóstico mais provável é:
Homem de 68 anos com antecedente de tabagismo de 75maços-ano, apresenta dor em panturrilha para caminhar há 3 anos. A dor surge aproximadamente após 800m de caminhada e melhora após alguns minutos de repouso. Há 2 semanas, após trauma no pé surgiu uma ferida que não cicatriza, com crosta necrótica, odor fétido e evolução para dor em repouso. Ao exame de pulsos, nota-se a presença de pulso femoral e ausência de pulsos poplíteo e tibiais. Qual a alternativa que contem respectivamente o nome da condição anterior ao quadro agudo, o termo que descreve a condição atual e a localização da obstrução arterial.
Homem de 36 anos de idade é vítima de acidente automobilístico (colisão entre dois automóveis de passeio). Chega ao pronto-socorro de um hospital terciário imobilizado por colar cervical e com vias aéreas protegidas. No exame clínico, está hermodinamicamente estável. Pontuação na Escala de Coma de Glasgow: 15; Apresenta dor à palpação de flanco esquerdo. O resultado do FAST na sala de emergência é negativo. A tomografia computadorizada de abdome e pelve evidenciou volumoso hematoma peri-renal à esquerda e extravasamento de contraste na fase arterial. Qual é a conduta para o caso?
Compartilhar