Questões na prática

Pediatria

Neonatologia

Cardiopediatria

Doenças Respiratórias

Em relação à bronquiolite viral aguda, assinale a alternativa correta.

A
O uso de corticoide sistêmico diminui o tempo de internação e previne o desenvolvimento de bronquiolite obliterante.
B
O uso de beta 2 adrenérgico inalatório e de via oral melhoram a obstrução das vias aéreas, a ventilação/perfusão, o que reflete em melhora dos parâmetros de função pulmonar.
C
O uso de imunoglobulina EV em doses altas está indicado no tratamento dos casos graves em associação com cardiopatia congênita e displasia broncopulmonar.
D
A maioria dos casos de bronquiolite viral aguda tem boa evolução e geralmente não necessita de internação.
E
Bronquiolite viral aguda ocorre com maior frequência em crianças acima dos dois anos, na presença de tabagismo passivo e com desmame precoce.
Paciente sexo feminino, 45 anos relata descarga mamilar. Em quais características da descarga deve-se prosseguir a investigação:
O câncer primário mais frequente do fígado é o:
Uma crise convulsiva ocorrida em vigência de febre justifica uma investigação mais pormenorizada quando tem por característica:
Paciente, 13 anos de idade, vem à emergência com quadro de sonolência, evoluindo a torpor, acompanhado de hipotensão, hiporreflexia, cianose labial e depressão respiratória. Sem qualquer passado de doenças. Existe informação de conflito familiar. A principal suspeita desse quadro é uma síndrome tóxica. A síndrome tóxica que se enquadra nos sintomas apresentados e as drogas relacionadas são, respectivamente:
Compartilhar