Questões na prática

Clínica Médica

Gastroenterologia

Reumatologia

Em relação à doença celíaca, podemos afirmar que: I. O diagnóstico pode ser feito através de biópsia do intestino delgado e, na histologia, identificam-se graus variados de atrofia vilositária, hipertrofia das criptas e aumento dos linfócitos intraepiteliais. II. A apresentação clínica e a gravidade dos sintomas são proporcionais à extensão do segmento de intestino delgado comprometido. III. A grande maioria dos casos da doença está associada ao HLA-B27. IV. Anticorpos antiendomísio e antitransglutaminase são altamente sensíveis e específicos para o diagnóstico da doença.

A
I, II e III corretas.
B
II, III e IV corretas.
C
II e IV corretas.
D
I, II e IV corretas.
E
Todas corretas.
Com relação à exposição vertical ao HIV, assinalar a alternativa INCORRETA.
As tumorações abdominais na infância apresentam as mais variadas etiologias, geralmente são doenças benignas, como hidronefrose, rim multicístico, hepatoesplenomegalia infecciosa, bezoar, malformação intestinal ou cistos. Os tumores malignos nessa faixa etária são raros, mas a elucidação diagnóstica precoce é imprescindível para garantir possibilidades de cura para o paciente. A estratégia para o diagnóstico do tumor abdominal inclui história clínica, exame físico, exames laboratoriais e de imagem. Entre as crianças de 0 a 2 anos, o tumor maligno abdominal retroperitoneal mais frequente é:
A seleção pré-operatória de pacientes para a operação de redução de peso deve basear-se estritamente nas orientações do NIH. São eles, EXCETO:
Um homem de 37 anos vitima de agressão por uma arma branca no abdome deu entrada no PS. Ao exame apresentava-se inconsciente e com sinais de choque hipovolêmico. Com relação à profilaxia do tétano a conduta mais adequada neste caso é:
Compartilhar