Questões na prática

Cirurgia

Cirurgia Geral

Em relação a hérnias umbilicais, é correto afirmar que:

A
Nos adultos, a maioria dos casos é congênita não diagnosticada na infância e não adquirida na vida adulta.
B
Uma vez diagnosticadas na infância, devem ser operadas a fim de evitar seu encarceramento, complicação com alta incidência.
C
São raras em prematuros pelo baixo peso destes e consequentemente menos pressão intra-abdominal.
D
Na vida adulta, são mais comuns em mulheres, configurando relação com o sexo masculino de 3:1.
Julgue as situações clínicas apresentadas nos itens subsequentes de acordo com o Programa de Atenção às Doenças Prevalentes na Infância do Ministério da Saúde do Brasil. I. Uma criança com 4 anos de idade, febre e tosse há 3 dias, frequência respiratória de 50 irm, sem tiragem intercostal, sem estridor ou sibilância não deve ter o diagnóstico de pneumonia. II. Uma criança agudamente doente, que consegue mamar no peito da mãe ou beber líquido em um recipiente, que não está vomitando e não apresenta história de convulsões não apresenta sinais gerais de perigo. III. O diagnóstico mais provável de um pré-escolar com queixa de dor e secreção purulenta visível em orelha esquerda há 5 dias é infecção aguda do ouvido. IV. Considere que uma lactente com 2 anos de idade, procedente da periferia de Brasília, seja apresentada na emergência de um hospital com relato de estar com febre há 2 dias, vomitar tudo o que ingere e não ingerir líquidos, e que, no exame físico, apresente rigidez de nuca e petéquias distribuídas pelo corpo. Nessa situação, o diagnóstico mais provável é doença febril. V. O diagnóstico de uma criança com 1 ano de idade, diarreia há 14 dias e sangue nas fezes é desidratação grave. Estão certos apenas os itens:
As meningites causadas pelos agentes infecciosos abaixo indicam profilaxia dos comunicantes intradomiciliares na idade pré-escolar susceptíveis:
Homem de 22 anos foi encontrado desacordado. Encontra-se no momento, sonolento, com respiração espontânea, fala lentificada e confusa. Não apresenta outras alterações do exame físico. Foram excluídas causas orgânicas para o quadro. Assinale o provável diagnóstico e a conduta.
Forma reversível, porém, recorrente de doença hepática que ocorre no terceiro trimestre, sendo de bom prognóstico é a:
Compartilhar