Questões na prática

Pediatria

Pediatria Geral

Homem de 68 anos comparece à Unidade Básica de Saúde em busca de orientações sobre imunizações contra tétano e influenza. Nega ser portador de doenças crônicas. Refere acidente com prego há 1 dia, tendo sofrido lesão perfurante em calcanhar direito. Em sua carteira de vacinação, consta esquema vacinal atualizado de acordo com o Programa Nacional de Imunizações do Adulto e do Idoso, sendo que há 2 anos fez o reforço do toxoide tetânico. A conduta adequada é:

A
realizar limpeza do ferimento, aplicar uma dose de reforço da antitetânica por tratar-se de ferimento profundo e não aplicar soro antitetânico; indicar realização de vacina anual contra influenza durante a Campanha Nacional de Vacinação do Idoso
B
realizar limpeza do ferimento, reforço vacinal e soro antitetânico, por tratar-se de lesão não superficial em paciente idoso; indicar realização de vacina anual contra influenza durante a Campanha Nacional de Vacinação do Idoso.
C
realizar limpeza do ferimento; não aplicar reforço vacinal contra tétano ou soro antitetânico; não indicar vacina contra influenza, já que o paciente nega ser portador de doenças crônicas.
D
realizar limpeza do ferimento, não aplicar reforço vacinal, mas aplicar soro antitetânico e indicar realização de vacina anual contra influenza durante a Campanha Nacional de Vacinação do Idoso.
E
realizar limpeza do ferimento; não aplicar reforço vacinal, nem soro antitetânico e indicar realização de vacina anual contra influenza durante a Campanha Nacional de Vacinação do Idoso.
Nos enxertos, qual o tempo em que se processa a sua revascularização:
Uma criança de 4 anos com Calazar foi admitida com quadro de febre, palidez, emagracimento, hepatoesplenomegalia e relato de epistaxe. Pela Classificação Nutricional de Gomez foi considerado como Desnutrição Energético-Proteica de II Grau. De acordo com as recomendações atuais do Ministério da Saúde do Brasil, o tratamento de primeira escolha neste caso é: • Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. • Leishmaniose visceral grave: normas e condutas/Ministério da Saúde, Secretaria de Vigilância em Saúde, Departamento de Vigilância Epidemiológica. – Brasília: 6 Editora do Ministério da Saúde, 2006. – (Série A. Normas e Manuais Técnicos)
Em relação às traqueostomias e cânulas traqueais, podemos afirmar:I. A cricotireoidostomia é a maneira mais fácil e efetiva de acesso ao conjunto laringotraqueal, principalmente em resgate pré-hospitalar.II. A cricotireoidostomia apresenta mínimo risco de estenose infraglótica em crianças.III. As intubações prolongadas em UTI são as principais indicações de traqueostomias.IV. As cânulas com balão devem ser evitadas em pacientes com hemorragia e risco de aspiração.V. Cânula com balão de baixa pressão e alto volume reduz o risco de estenose infraglótica.
Quais os sinais mais frequentes de meningites no período neonatal ?
Compartilhar