Questões na prática

Clínica Médica

Nefrologia

Em relação à Insuficiência Renal Aguda (IRA), todas as alternativas são corretas, EXCETO:

A
A causa mais comum de dano tubular é de origem isquêmica ou tóxica, sendo que a causa isquêmica pode ter origem em fatores pré-renais não corrigidos.
B
Na vigência de isquemia renal grave, pode ocorrer necrose cortical irreversível como na IRA associada a picadas de cobra, na síndrome hemolítico-urêmica e nas complicações obstétricas.
C
Aminoglicosídeos e radiocontrastes podem causar lesão tubular renal diretamente, embora também estejam associados a alterações hemodinâmicas intrarrenais deletérias.
D
Na IRA pós-renal, o tempo de obstrução não se relaciona com a reversibilidade da disfunção renal.
Quanto à avaliação materna e fetal durante o trabalho de parto, é correto afirmar.
Na investigação de infecção congênita em um recém-nascido, a ultrassonografia transfontanelar demonstrou a presença de calcificações cerebrais periventriculares. Qual o diagnóstico mais provável?
A presença de placa fibrosa na albugínea do corpo cavernoso denomina-se:
Pedro, 2 anos de idade, chega ao PS com história de febre alta há 1 dia associada a vômitos e queda do estado geral, má perfusão periférica, sem sinais meníngeoas e sem déficits neurológicos focais e presença de petéquias em face e tronco. Realizada coleta de LCR por punção lombar, obtivemos o seguinte resultado de exame: 200 leucócitos por mm3, sendo 80% neutrófilos, proteinorraquia de 40 mg/dl e glicorraquia de 50 mg/dl. Em relação ao tratamento, o mais indicado é:
Compartilhar