Questões na prática

Clínica Médica

Endocrinologia

Infectologia

Dermatologia

Em relação à Leishmaniose visceral ou calazar, pode-se dizer que:

A
todo paciente com sorologia positiva para Leishmaniose deve ser tratado.
B
a medicação de primeira escolha para tratamento dos casos de calazar grave ainda é o antiomoniato-N-metil glucamina (Glucantime®).
C
pacientes com calazar que apresentem fenômenos hemorrágicos, desnutrição grave, sépsis, insuficiência hepática, maiores de 60 anos e menores de 6 meses são considerados graves.
D
toda gestante com Leishmaniose visceral deve ser tratada com anfotericina lipossomal ou anfotericina coloidal.
E
o tratamento com Glucantime deve ser feito por 15 dias, com anfotericina convencional de 14 a 21 dias e anfotericina lipossomal por 5 dias e, dependendo da gravidade, pode se estender até 10 dias.
Tríade característica de Glomerulonefrite difusa aguda.
Mulher de 50 anos apresenta sinusites de repetição e quadro crônico de tosse com hemoptise. A radiografia de tórax mostra infiltrados pulmonares difusos, a proteinúria de 24 horas vale 1,8 gramas, a creatinina sérica é de 1,6 mg/dl. A pesquisa de bacilos álcool-ácidos resistentes no escarro é negativa e o anti-HIV é não reagente. Para confirmar a principal hipótese diagnóstica deve-se dosar anticorpo anti:
Uma mulher de 30 anos de idade foi vítima de colisão de auto. Estava usando cinto de segurança. Chega ao pronto-socorro em condições estáveis. Na avaliação secundária notou-se hematúria franca. A cistografia mostrou ruptura extraperitoneal de bexiga, que não envolvia o trígono vesical. O FAST foi negativo e a paciente não tinha sinais de irritação peritoneal. Tratamento desta lesão:
Recém-nascido com história de mecônio no liquido amniótico é internado na UTI neonatal, com quadro de insuficiência respiratória moderada, sendo colocado inicialmente em CPAP nasal 40%. O RX de tórax evidencia infiltrado grosseiro heterogêneo bilateral. Iniciado ampicilina e gentamicina, evoluiu com o aumento das necessidades de oxigênio nas primeiras 12 horas de vida e retenção de CO2, sendo necessário intubação traqueal e ventilação mecânica. Permaneceu em hipoxia, mesmo diante de parâmetros elevados do respirador e de oxigênio a 100%. A repetição do RX evidenciou o mesmo padrão inicial. A conduta mais correta, neste caso, seria:
Compartilhar