Questões na prática

Clínica Médica

Endocrinologia

Nefrologia

Em relação à nefropatia induzida por contraste, é CORRETO afirmar que:

A
Na maioria dos casos, a insuficiência renal aguda induzida pelo contraste é oligúrica, por isso, é recomendado o uso profilático de diuréticos de alça 12 horas antes e 12 horas após o contraste, na proteção da nefropatia por contraste.
B
O uso profilático de drogas renoprotetoras, como inibidores do sistema renina-angiotensina-aldosterona, 12 horas antes e 12 horas após o contraste, na proteção da nefropatia por contraste é fortemente reforçado pela literatura.
C
Lesão renal prévia, ou seja, creatinina superior a 1,5 mg/dl, é o mais importante fator de risco para nefropatia induzida por contraste. Hidratação adequada com soluções de cloreto de sódio e a menor dose de contraste, sua melhor prevenção.
D
Ocorre aumento abrupto da creatinina sérica, aumento de 0,5 mg/dl ou queda de 25% no clearance de creatinina, após cinco a sete dias do exame contrastado. A N-acetilcisteína sua melhor prevenção.
E
O uso profilático de metformina em diabéticos, 12 horas antes e 12 horas após o contraste, é fortemente reforçado pela literatura, na proteção da nefropatia por contraste.
Homem de 42 anos apresentando dor lombar no flanco direito de moderada intensidade há dois meses, que intensificou há uma semana, necessitando de analgésicos e anti-inflamatórios para o controle da mesma. Tomografia de abdome evidencia cálculo renal direito de 2,1 cm, no terço inferior, com densidade de 1063UH (Unidades Hounsfield) e distância cálculo-pele de 11 cm. Presença de discreta dilatação da pelve renal direita (pelve extra hilar), sem outras alterações renais e de vísceras abdominais. Considerando as informações acima, a melhor conduta no tratamento do cálculo renal diagnosticado é:
Criança de 1 mês de vida, do sexo masculino, dá entrada em pronto-socorro com quadro de sepse, distensão abdominal, globo vesical visível e palpável. O diagnóstico mais provável seria:
Mulher de 35 anos, tabagista, apresentou hematúria macroscópica e a cistoscopia revelou lesão vesical de 3 cm. A ressecção desta lesão revelou tratar-se de carcinoma de células transicionais de baixo grau, sem comprometimento do detrusor. Qual a sequência deste tratamento?
Em qual das patologias abaixo deve ser indicada cirurgia pelo risco de malignização?
Compartilhar