Questões na prática

Clínica Médica

Gastroenterologia

Infectologia

Em relação à superinfecção, marque o item correto.

A
É uma nova infecção que se desenvolve durante o tratamento da infecção original.
B
São decorrentes das bactérias sensíveis aos antibióticos usados.
C
Uma inspeção cuidadosa de pacientes hospitalizados revela a existência de superinfecções entre 15 e 20% dos pacientes em antibioticoterapia.
D
A maior ação preventiva é aumentar a dose e duração da antibioticoterapia.
E
O tratamento antibioticoterápico inicial da colite pseudomembranosa é a administração intravenosa de vancomicina, reservando o metronidazol oral nos casos de falha à vancomicina.
Analise os itens abaixo sobre as doenças por deposição de cristais: I - A gota decorre de um estado de aumento nos níveis de ácido úrico que acarreta a formação de cristais de monourato de sódio em diversos tecidos, destacando-se, pela frequência, as articulações, as estruturas periarticulares, os rins e o subcutâneo. II - Na gota, na análise do líquido sinovial, encontramos: presença de cristais de monourato de sódio, extra e intracelular. Esses cristais são finos e têm pontas afiladas com birrefringência negativa à luz polarizada. Também detectamos presença de polimorfonucleares em grande quantidade na fase aguda. III - A gota caracteriza-se por elevação persistente do nível sérico do ácido úrico. Portanto, no tratamento da crise articular (crise de gota) o tratamento da hiperuricemia deve ser imediatamente iniciado para reduzir os níveis de ácido úrico e melhorar o processo inflamatório. Está CORRETO o que se afirma em:
Paciente de 75 anos, tabagista, com doença pulmonar obstrutiva crônica, otite média crônica em tratamento com amoxacilina, hipertenso há 12 anos e diabético há 8 anos, em uso de glimeperida 4 mg/dia, metformina 850 mg/dia, amilorida 10 mg/dia, captropil 75 mg/dia, cavedilol 25 mg/dia e sinvastatina 40 mg/dia, sequelado de AVC (hemiparético à E), chega ao pronto-socorro do SUS com história de cefaleia holocraniana e constante há 9 dias; disfasia há 4 dias; náuseas, vômitos e confusão mental há 2 dias. Há 3h, apresentou crise convulsiva tonicoclônica generalizada. Apresenta ainda dispneia de repouso e ortopneia, astenia e anorexia. Nega febre. Ao exame, PA de 150/90 mmHg, FC de 68 bpm, FR de 27 ir/min, afebril, hipocorado (++/4), edema de MMII, ++/4; AR: murmúrio vesicular universalmente diminuído com estertores difusos; ACV; RCR, 3T, bulhas normofonéticas, sopro sistólico em foco aórtico de +/4; ABD; hepatomegalia a 2 cm do RCD, dolorosa e macicez móvel à percussão; Sistema nervoso: força grau III à E, desorientado, disfásico, sem sinais meníngeos. Exames complementares: leucócitos de 3.100 cél/mm3, plaquetas de 746.000, proteína c reativa de 32 mg/dl, creatinina de 1 mg/dl, sódio de 130 meq/l, potássio de 6,1 meq/l. Radiografia de tórax: presença das linhas B de Kerley e infiltrado Peri-hilar bilateral. Em relação ao caso clínico, responda: Em relação à causa base do quadro clínico atual do paciente, marque a melhor opção:
Um paciente é admitido no serviço de atendimento de urgência com choque hipovolêmico devido a hematêmese e melena. Após ressuscitação, uma endoscopia digestiva alta revela esôfago e duodeno normais, e varizes de fundo gástrico com sinais de sangramento recente. Subsequentemente, uma ecografia de abdome superior demonstra um fígado com ecotextura normal. Diante desse quadro clínico, o diagnóstico mais provável é uma obstrução:
Considerando a importância da avaliação clínica e laboratorial pré-operatória no preparo de pacientes para operações eletivas, julgue o item a seguir. O coagulograma completo é dispensável, a menos que haja história pessoal ou familial de coagulopatia ou hepatopatia, em operações de grande porte ou vasculares e em pacientes que fazem uso de drogas que possam alterar a coagulação.
Compartilhar