Questões na prática

Clínica Médica

Cardiologia

Em relação à terapêutica da insuficiência cardíaca, é incorreto afirmar que:

A
Os inibidores da enzima conversora da angiotensina (IECA) estão indicados nas classes funcionais I e IV com PAS > 85 mmHg.
B
O nível sérico alvo da digoxina é de 0,7 a 0,9 ng/dL (determinado há 6 horas após a ingestão do fármaco).
C
Os diuréticos deverão ser utilizados precocemente na classe funcional I.
D
Os nitratos associados com hidralazina poderão ser utilizados em pacientes da raça negra, ou em pacientes com intolerância aos IECA.
E
O efeito alvo da espironolactona é antirremodelagem e não diurético.
Dos erros inatos do metabolismo abaixo relacionados qual apresenta maior frequência em recém-nascidos vivos?
MCR, freira de 72 anos, branca, asmática com história de uso crônico e intermitente de corticoides, hipertensa em uso de enalapril e hidroclortiazida, com Índice de Massa Corporal (IMC) de 19 Kg/m², sedentária, nuligesta, menopausa aos 46 anos e que nunca fez terapia de Reposição Hormonal. Além de um programa de exercícios físicos, suporte nutricional e suplementação de cálcio e vitamina D e levando-se em conta a melhor relação custo-benefício, o que mais poderia ser prescrito para a freira MCR?
Um neonato do sexo masculino, nascido com 37 semanas e pesando 3 kg, amamentado exclusivamente ao seio, iniciou icterícia aos oito dias de vida. Com 16 dias de vida, foi levado ao ambulatório em bom estado geral, pesando 3.220 g e com eliminações gastrointestinais normais. Excetuando-se a icterícia, seu exame físico era normal. Nesta ocasião possuía aumento de bilirrubina à custa de indireta, cuja dosagem sérica foi 12 mg/dl. Seu tipo sanguíneo era A Rh positivo e o de sua mãe O Rh positivo. Seu hemograma e sua contagem de reticulócitos foram normais e o teste de Coombs direto foi negativo. O teste do pezinho também era normal. O menino foi acompanhado ambulatorialmente e aos dois meses não estava mais ictérico. A melhor hipótese diagnóstica é icterícia:
Assinale a alternativa INCORRETA sobre os marcos do desenvolvimento infantil:
Compartilhar