Questões na prática

Clínica Médica

Infectologia

Dermatologia

Em relação à transmissão da hanseníase são consideradas formas fechadas:

A
indeterminada e tuberculoide, justificando a não transmissibilidade.
B
indeterminada e virchowiana, justificando a não transmissibilidade.
C
virchowiana e dimorfa, justificando a transmissibilidade.
D
tuberculoide e dimorfa, justificando a não transmissibilidade.
E
tuberculoide e indeterminada, justificando a transmissibilidade.
Mulher de 18 anos apresenta quadro de anemia hemolítica. Pode-se afirmar que os exames solicitados devem mostrar, mais provavelmente,
Uma menina de 4 anos de idade apresenta-se com edema periorbitário no início da manhã. Sua albumina sérica é de 1,5 g/dl. O diagnóstico mais provável é:
Paciente no curso da 28ª semana de gestação, com sinais clínicos de trabalho de parto, colo dilatado para 3 cm, feto vivo, bolsa íntegra. Ela é portadora de miastenia gravis. Qual dos fármacos tocolíticos abaixo relacionados é contraindicado?
Gestante com 20 semanas de gestação vem à consulta rotineira de pré-natal mostrar os primeiros exames realizados como apresentado a seguir. Nega qualquer queixa no momento. Hemoglobina = 13,2 Hematócrito = 35 Leucócitos 9000 diferencial sem alterações; VDRL não reagente; Anti-HIV não reagente; HBsAg não reagente; Glicose 78; Anticorpos para Toxoplasmose IgG e IgM não reagentes; EQU: Leucócitos 3/campo e hemácias 2/campo; Urocultura: E coli > 100.000 Qual a melhor conduta diante destes resultados?
Compartilhar