Questões na prática

Clínica Médica

Infectologia

Pneumologia

Em relação ao derrame pleural parapneumônico, assinale a alternativa INCORRETA.

A
A ecografia de tórax é um exame muito útil na quantificação do derrame e na identificação de septações na cavidade pleural.
B
A presença de glicose baixa (< 60 mg/dl), pH < 7.2 ou loculações pleurais indicam necessidade de drenagem do derrame pleural parapneumônico.
C
A streptoquinase 250.000 UI diluída na cavidade pleural é utilizada para desfazer loculações pleurais e permitir a drenagem do líquido pleural parapneumônico.
D
A drenagem pleural está indicada apenas quando o derrame pleural for francamente purulento.
E
A identificação do germe no líquido pleural (Gram ou cultura para germes comuns positiva) sugere a necessidade de drenar o derrame pleural parapneumônico.
Paciente, sexo feminino, 24 anos de idade, vítima de acidente automobilístico, dá entrada na sala de emergência desacordada, afásica sem abertura ocular e localiza a dor ao estímulo álgico. Apresenta respiração ruidosa e utiliza musculatura acessória. O pulso é taquisfígmico e fino. Tensão arterial: 67 X 34 mmHg. Mucosas descoradas ++++/IV, extremidadas frias e cianóticas. A ausculta pulmonar é abolida à esquerda, com estase de jugular e hipertimpanismo na caixa torácica ipsilaterais. Diante do exposto, a medida mais precoce a ser instaurada pelo médico emergencista é:
Qual o tipo mais frequente de câncer de tireoide?
Ao abordar as neoplasias digestivas você enfatiza que a forma mais comum de metastatização do câncer de cólon é para linfonodos regionais. Esta disseminação está ligada, principalmente, a fatores como tamanho do tumor, diferenciação do tumor, invasão linfovascular e profundidade de invasão. Dentre estes fatores aquele que, individualmente, é o mais importante fator preditivo de desenvolvimento de metástase em linfonodos regionais é: (VER IMAGEM)
Paciente com cardiopatia dilatada referiu dor súbita em membro inferior direito há 3 horas da internação. Negava antecedente de claudicação. Ao exame, constatou-se ausência de pulsos em membro inferior direito e pulsos normais nos demais membros. Qual é a hipótese diagnóstica mais provável e a melhor conduta?
Compartilhar