Questões na prática

Clínica Médica

Dermatologia

Dermatologia

Em relação ao desenvolvimento da síndrome de Stevens-Jonhson, quais as drogas que representam maior risco relativo em análises multivariadas?

A
AINES (oxicans)
B
Cefalosporinas
C
Fenobarbital
D
Quinolonas
E
Alopurinol
Mulher, 65 anos, assintomática, realiza ecografia de rotina na qual são identificados cálculos na vesícula biliar. Em relação a este caso, são apresentadas as assertivas abaixo: I. Se os cálculos forem maiores que 3 cm de diâmetro, há indicação de tratamento cirúrgico pelo risco aumentado de complicações. II. Se houver calcificação da parede da vesícula biliar, deve-se realizar colecistectomia pelo risco de surgimento de neoplasia. III. Com o advento das técnicas minimamente invasivas, sempre se indica a remoção cirúrgica da vesícula biliar na presença de cálculos. Qual é a alternativa correta?
Qual a interpretação para uma criança que apresenta o seguinte padrão sorológico para hepatite B: HBsAg negativo; HBeAg negativo; anti-HBcIgM negativo; anti-HBe negativo e anti-HBs positivo?
Tríade característica de Glomerulonefrite difusa aguda.
Você é chamado para avaliar um homem de 78 anos que vem progressivamente, ao longo dos últimos dois anos, com dificuldade de marcha e paraparesia espástica lentamente progressiva. Queixa-se de parestesias nas mãos e pés e refere que, às vezes ao tossir ou espirrar, sente piora da fraqueza nas pernas e um choque no braço esquerdo. Ao exame nota-se paraparesia espástica, diminuição da sensibilidade vibratória nas pernas, sinal de Romberg, hiper-reflexia nos membros inferiores, cutaneoplantar em extensão bilateralmente, atrofia da musculatura intrínseca das mãos mais à esquerda, diminuição do reflexo bicipital bilateralmente. Ele tem bom estado geral, está corado e anictérico, tem humor diminuído e chora ao ser examinado. A melhor hipótese diagnóstica inicial é:
Compartilhar