Questões na prática

Ginecologia e Obstetrícia

Pediatria

Ginecologia

Em relação ao sangramento uterino disfuncional, está correto afirmar: I - o uso de análogos do GnRH reduz o sangramento uterino disfuncional, mas não é aceitável devido aos seus efeitos colaterais. II - o ácido tranexâmico parece ser a medicação que mais reduz o sangramento uterino disfuncional. III - hiperplasia de endométrio, síndrome dos ovários policísticos e pólipo endometrial são causas de sangramento uterino disfuncional.

A
Apenas I.
B
Apenas II.
C
Apenas III.
D
II e III estão corretas.
E
I e II estão corretas.
Paciente de 45 anos e sem co-morbidades apresenta quadro clínico de sangramento uterino anormal há 40 dias, de forma intermitente e de média intensidade. Ao exame clínico geral apresenta palidez cutâneo- mucosa de 2+/4+, eupneica, com ritmo cardíaco regular, sopro holossistólico de 1+/6+ pressão arterial de 130x90mmHg e frequência cardíaca de 98 bpm. Ao exame pélvico apresenta útero de volume normal sangrando com eliminação de coágulos. A dosagem de hemoglobina é de 7,0g%. Diante deste quadro a conduta mais adequada é:
No recém-nascido exposto ao HIV, caso a criança possua 2(duas) cargas virais indetectáveis, de acordo com o Ministério da Saúde, o próximo procedimento seria:
O tuberculostático que pode ocasionar como efeito adverso neuropatia periférica é:
A mãe de Junior está aflita porque ela não pode ir a qualquer lugar sem ele. A separação na hora de dormir tem sido complicada com choros e acessos de raiva. O pediatra explica que esta fase é descrita como de reaproximação e que representa uma reação ao crescente conhecimento da possibilidade de separação. Este período do desenvolvimento da criança inicia-se quando a criança atinge:
Compartilhar