Questões na prática

Clínica Médica

Endocrinologia

Cardiologia

Nefrologia

Em relação ao tratamento da hipertensão arterial sistêmica, assinale a alternativa correta.

A
Drogas que estimulam os receptores alfa-2-pré-sinápticos, como metildopa e clonidina, não devem ser usadas em pacientes com falência renal avançada e consequente estimulação simpática exacerbada pela sobrecarga de volume, pois tem excreção renal predominante.
B
Os diuréticos de ação no néfron distal, como os tiazídicos, são os mais indicados no paciente com edema e clearance de creatinina abaixo de 20 mL/min, pois tem excreção hepática predominante.
C
O betabloqueador não seletivo, propranolol, é a droga mais indicada ao paciente que apresenta hipertensão associada a claudicação intermitente, diferente do metoprolol que é contraindicado nessa condição, mesmo em doses muito baixas.
D
Em pacientes com clearance de creatinina abaixo de 20 mL/min, pré-dialíticos, constitui uma boa opção terapêutica a associação de diuréticos de alça em doses elevadas, bloqueadores dos canais de cálcio dihidropiridínicos, e, ventualmente, o uso de agonistas centrais como metildopa ou clonidina.
E
Os diuréticos de ação no néfron distal, como os tiazídicos, são drogas preconizadas ao tratamento do paciente hipertenso com hipercalcemia e hiponatremia, diferente dos diuréticos de alça, como a Furosemida, contraindicados nessas condições.
Mulher de 57 anos queixa- se de vertigens com duração de 30 segundos, principalmente ao se virar na cama, olhar para cima e ao se levantar. Nega queixas auditivas, alteração na coordenação motora ou força muscular. É hipertensa em uso de Enalapril 20 mg 2 vezes ao dia e Clortalidona 25 mg. Ao exame físico, apresentou-se corada, com pressão arterial 130x76 quando estava deitada e em pé, 114x70 mmHg, frequência cardíaca de 78 bpm, bom estado geral, corada, murmúrio vesicular presente sem ruídos adventícios, ritmo cardíaco regular sem sopro, força grau V simétrica, pares cranianos preservados, reflexos osteotendíneos normais, manobra de Dix-Hallpike positiva à direita. Em relação a essa paciente, a hipótese diagnóstica e o tratamento são, respectivamente:
A Persistência do Canal Arterial é mais comum em mulheres e está associada à Síndrome da Rubéola Congênita. São manifestações clínicas comuns desse quadro, EXCETO:
O diagnóstico do local de obstrução em uma oclusão arterial aguda é feito baseado apenas em:
A intoxicação exógena por entorpecentes provoca sinais e sintomas oculares característicos. Qual é a correlação CORRETA entre as drogas e sinais/sintomas oculares típicos? 1. Ácido Lisérgico Dietilamida (LSD); 2. Etanol; 3. Cocaína; 4. Crack; 5. Cannabis. I. Nistagmo; II. Hipotensão ocular; III. Midríase; IV. Úlceras de córnea; V. Neuropatia óptica.
Compartilhar