Questões na prática

Cirurgia

Cirurgia do Trauma

Em relação ao traumatismo vesical não podemos afirmar:

A
Pode ser dividido em: Traumatismo com ou sem fratura pélvica. Lesões penetrantes de alta ou baixa velocidade e traumatismo iatrogênico.
B
A ruptura da bexiga com ou sem fratura pode ser extra ou intraperitoneal
C
O traumatismo fechado sem fratura pélvica só provoca lesão da bexiga se ela estiver cheia
D
O melhor exame para se determinar a natureza e a extensão da lesão vesical é a Ultrassonografia
E
Nas grandes lesões o tratamento consiste na exploração cirúrgica com identificação local traumatizado, excisão do tecido desvitalizado e reparação primária utilizando uma sutura em 2 ou 3 camadas
Um paciente de 40 anos de idade vem apresentando confusão mental ocasional, sudorese profusa e palpitações nas últimas oito semanas. Avaliado pelo seu médico que solicitou glicose plasmática de jejum (resultado 45 mg/dl - VN 70 a 99 mg/dl) e peptídeo C (elevado). Em relação a essa situação hipotética, assinale a alternativa que contém o diagnóstico mais provável.
Paciente de 55 anos de idade, com diagnóstico de neoplasia de cólon direito, será submetido a colectomia direita eletiva. Qual cobertura antibiótica profilática é indicada fazer nesse paciente?
Mulher de 52 anos de idade, obesa, multípara, tem diagnóstico prévio de cálculo biliar. Dá entrada em pronto-socorro com dor abdominal em região epigástrica, náuseas e vômitos. A dosagem de amilase sérica está elevada em quatro vezes o valor normal. No momento da admissão, apresenta os seguintes critérios de Ranson, que apontam para um pior prognóstico, exceto.
Um paciente de 75 anos, cardiopata, vítima de atropelamento em via pública, é levado ao pronto-socorro em estado de choque, com palidez cutâneo mucosa, sudorese, baixa perfusão e FC de 98 bpm com PA de 90x60 mmHg. Reclama de muita dor abdominal e fica repetindo incessantemente que vai morrer. Frequência respiratória de 23 irpm com ausculta pulmonar normal bilateralmente. Com a infusão de 2000ml de Ringer lactato, sua pressão estabiliza com 100x70 mmHg com FC de 88 bpm. É realizado USG (FAST) nos três compartimentos e é detectado líquido em moderada quantidade no abdome e a tomografia de abdome evidencia uma lesão hepática grau III com moderada quantidade de líquido livre na cavidade. Qual deve ser a conduta frente a esta situação?
Compartilhar