Questões na prática

Ginecologia e Obstetrícia

Obstetrícia

Ginecologia

Em relação aos métodos contraceptivos, assinale a alternativa INCORRETA.

A
Os contraceptivos orais reduzem o risco de câncer de ovário e endometrial e de gravidez ectópica.
B
Mulheres monogâmicas que utilizam DIU não apresentam maior incidência de doença inflamatória pélvica.
C
Doença inflamatória pélvica por actinomicose é mais frequente em usuárias de DIU.
D
Os anticoncepcionais hormonais de administração vaginal (anel) ou transdérmica (adesivo) mantêm níveis sanguíneos de estrogênio e progesterona semelhantes aos dos anticoncepcionais orais.
E
A ovulação pode ser inibida apenas com estrogênio ou progesterona.
Paciente de 22 anos, G2P1A0 (parto vaginal há 3 anos), 33 semanas, chega à emergência da maternidade com sangramento vivo e indolor, de leve intensidade, de início há 2 horas. PA 120 X 80 mmHg, pulso 76 bpm, FR 16 irpm. Ao US evidencia-se placenta prévia marginal e feto com boa vitalidade (BCF 144 bpm, ILA 150 mm, boa movimentação fetal). Qual a conduta mais adequada?
De acordo com a classificação POP-Q (Pelvic Organ Prolapse Quantification) proposta pela Sociedade Internacional de Continência, NÃO é correta a seguinte descrição:
As duas questões 24 e 25 referem-se ao caso clínico abaixo: Menina de 11 anos de idade é trazida à unidade de saúde pela mão com queixas de fluxo vaginal que mancha suas roupas intimas. A mãe relata secreção em pequena quantidade, sem odor, não irritativa, não pruriginosa. Na avaliação ginecológica, vulvoscopia sem sinais inflamatórios, hímen intacto, presença de pêlos na região pubiana recobrindo a linha média. Na avaliação da mama, apresenta elevação da mama e da papila, sem separação dos contornos as aréola e da mama. Qual a provável etiologia do fluxo vaginal apresentado pela paciente?
Assinale a alternativa correta sobre o câncer de mama:
Compartilhar