Questões na prática

Clínica Médica

Hepatologia

Em um ambulatório de gastroenterologia de um Hospital Terciário, compareceu um paciente do sexo masculino, 38 anos de idade, ex-usuário de drogas injetáveis, com os seguintes exames: Data: 21/11/2007 - HBsAg+, Anti-HBc IgG+, Anti-HBs-, HBeAg-, Anti-HBc+, Anti-HCV-, Anti-HIV-, Anti-HVA IgG+, hemograma normal. TGO 125, TGP 156, TP 100%, plaquetas 234.000, BT 1.0, BD 0,6. Data: 15/09/2008 - HBsAg+, Anti-HBs-, Anti-HCV-, HBeAg-, Anti-HBe+, TGO 165, TGP 148, hemograma normal, plaquetas 199.000, TP 100%. Nessa situação, pode-se afirmar que, provavelmente, trata-se de um portador de:

A
vírus selvagem (Wild Type), e devemos realizar biópsia hepática.
B
mutação pre-core, e devemos solicitar detecção do DNA viral por método quantitativo.
C
mutação prec-ore, e devemos solicitar biópsia hepática.
D
vírus selvagem (Wild Type), e devemos solicitar detecção do DNA viral por método qualitativo.
E
mutação pre-core, e devemos solicitar detecção do DNA viral por método qualitativo.
A droga anti-hipertensiva de escolha para o uso crônico na gestação é:
Tratando-se de Ruptura Prematura Pré-termo de Membranas (RPPM), pode-se afirmar:
Um paciente de 36 anos que pesa 60 kg dá entrada no Pronto Socorro com queimaduras em 50% da superfície da área corporal total. Usando-se, para esse paciente, a fórmula de Parkland, a quantidade de Ringer Lactato que deve ser administrada, nas primeiras oito horas, é:
Paciente de 38 anos, masculino, portador de hepatite C apresenta há 6 semanas lesões papulares eritematovioláceas em tornozelos e punhos e lesões reticulares esbranquiçadas em mucosa jugal e lábios. Refere prurido intenso e aparecimento de lesões lineares em áreas de escoriação. Ao exame, é possível perceber linhas esbranquiçadas reticuladas no topo das pápulas. Com relação a esse caso, é INCORRETO afirmar:
Compartilhar