Questões na prática

Clínica Médica

Pediatria

Nefrologia

Em um pronto-socorro dão entrada dois pacientes: uma jovem que, após ter terminado um relacionamento, fez uso de grande quantidade de etilenoglicol; e um escolar que acidentalmente ingeriu grande quantidade de ácido acetilsalicílico. Dentre os exames laboratoriais solicitados, chegaram às mãos do plantonista, os seguintes resultados respectivamente da jovem e do escolar:

A
Gasometria com acidose metabólica e EAS com oxolato de cálcio.
B
Gasometria com alcalose respiratória e EAS com piúria.
C
EAS com oxalato de cálcio e gasometria com acidose metabólica.
D
Gasometria com alcalose metabólica e EAS com glicosúria.
E
Gasometria com acidose respiratória e EAS com fosfatúria.
Em relação à infecção puerperal, pode-se afirmar que: I - útero amolecido e doloroso à palpação, febre e lóquios fétidos são sugestivos de endometrite. II - trabalho de parto prolongado, tempo de cesariana superior a 60 minutos e amniorrexe prematura são fatores predisponentes para endometrite puerperal. III - é considerada febre puerperal com aumento de risco da morbidade materna, temperatura axilar de 38°C ou mais, verificada em duas ocasiões distintas, 24 horas após o parto. Qual a alternativa correta?
Considere as assertivas abaixo sobre alterações fisiológicas que ocorrem na gravidez. I - Devido à elevação da taxa da filtração glomerular, pode ocorrer aumento da creatinina plasmática. II - O aumento do volume do líquido extracelular, durante a gestação, ocorre mais em decorrência do plasma do que da massa eritrocitária. III - A alcalose respiratória consequente à hiperventilação em repouso acentua-se na segunda metade da gravidez. Qual a alternativa correta?
Paciente de 45 anos, submetida à histerectomia total com anexectomia bilateral por endometriose grave há 6 meses, vem à consulta, queixando-se de fogachos e dificuldade nas relações sexuais, porque a vagina está muito seca. O exame ginecológico está dentro da normalidade, apresentando apenas mucosa vaginal hipotrófica. Qual o tratamento indicado para melhorar a qualidade de vida da paciente?
Considere-se uma criança de 8 anos de idade com tosse persistente há 3 semanas, dores no corpo e temperatura até 37,7°C. Fez uso de Sulfametoxazol-trimetoprim por 10 dias sem melhora do quadro. Foi vacinado com BCG apenas ao nascimento. Recebeu somente as vacinas do 2° mês de vida e reforços da Sabin em campanhas do Ministério da Saúde. Realizou teste tuberculínico duas vezes nesse ínterim, o primeiro com 8 mm, e o segundo com 7 mm. O radiograma de tórax mostra infiltrado bilateral intenso, com opacidade difusa e sem efusão pleural. Dentre os agentes etiológicos abaixo, qual o mais provável nesse caso?
Compartilhar