Questões na prática

Ginecologia e Obstetrícia

Pediatria

Ginecologia

Em uma paciente de 45 anos com dor pélvica crônica e dispareunia foi evidenciada na videolaparoscopia a presença de múltiplos implantes de endometriose em ligamentos uterossacros, ovários, em superficíe de cólon retossigmoide e pequenas nodulações no espaço retovaginal. Foi realizada cauterização dos focos de endometriose, mas, devido à extensão da doença, foi indicado tratamento complementar no pós-operatório. Qual é a opção mais indicada para a continuidade do tratamento dessa paciente?

A
Uso contínuo de estrogênio sem oposição progestínica.
B
Uso prolongado de anti-inflamatórios não esteroides.
C
Uso contínuo de pílula combinada de alta dosagem.
D
Realização de histerectomia simples.
E
Uso de dispositivo intrauterino com progesterona.
De acordo com o programa de Atenção Integrada às Doenças Prevalentes na Infância (AIDPI), qual o sinal indicativo para classificar como tendo pneumonia uma criança que apresenta tosse ou dificuldade para respirar?
Espera-se que uma criança aos seis meses apresente as seguintes características no desenvolvimento normal:
Homem, 30 anos, vítima de acidente automobilístico com traumatismo torácico, chega à emergência em insuficiência respiratória. A conduta é:
Lactente masculino, branco, 1 ano e 9 meses, apresenta quadro típico de pneumonia estafilocócica com derrame pleural leve. Mãe informa que a criança já teve 5 pneumonias, desde os 4 meses de vida, todos tratados ambulatorialmente em boa resposta aos antibióticos prescritos. Refere impetigo por três vezes e gengivo- estomatite em 2 ocasiões. Nega contágio com tuberculose e o cartão de vacinas encontra- se atualizado. Está eutrófico, febril, hipocorado, hidratado, acianótico, com batimentos de asa de nariz e tiragem subcostal, taquicádico e taquipnéico; abdome flácido, fígado e baço levemente aumentados; pele clara, cabelos loiros prateados, albinismo ocular parcial e ataxia. Os níveis séricos de IgA, IgG e IgM são normais; hematoscopia - grandes inclusões em todas células sanguíneas nucleadas. A hipótese diagnótica é:
Compartilhar