Questões na prática

Cirurgia

Cirurgia do Trauma

Em uma paciente, vítima de traumatismo abdominal em choque profundo, distendido com suspeita de múltiplas lesões viscerais, uma abordagem para controle de danos NÃO inclui:

A
Rápida abordagem da cavidade abdominal para descompressão.
B
Hemostasia cirúrgica dos grandes vasos abdominais que sangram ativamente.
C
Hemostasia por tamponamento com compressas dos sangramentos por provável coagulopatia.
D
Fechamento bem hermético de cavidade abdominal para evitar descência.
E
Encaminhamento do paciente para UTI, para ressuscitação, estabilização e uma nova abordagem cirúrgica entre 24 e 48 horas.
Na avaliação do trabalho de parto, empregando o partograma de Phillpot, a segunda linha de referência é:
No trauma abdominal podemos afirmar que:
Em relação as Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST):
Sobre as neoplasias do trato genital feminino pode-se afirmar que:
Compartilhar