Questões na prática

Clínica Médica

Gastroenterologia

Hepatologia

Entende-se por “ÍLEO BILIAR”:

A
quadro de íleo paralítico regional desencadeado por uma colecistite aguda.
B
quadro de íleo paralítico generalizado decorrente de uma peritonite biliar pós-operatória.
C
quadro de suboclusão infecciosa em portador de colangite biliar.
D
quadro de obstrução intestinal mecânica por cálculo biliar, em paciente portador de fístula colecistoduodenal.
E
quadro de obstrução intestinal funcional, associada à aerobilia pós-papilotomia endoscópica por coledocolitíase.
Assinale a alternativa INCORRETA.
Adolescente de 14 anos, sexo masculino, procura atendimento por apresentar vários episódios de epistaxe nos últimos três meses. Mãe nega história de hematomas ou sangramentos. Exame físico: normal. Durante o exame apresenta epistaxe leve a moderada, sugerindo sangramento anterior no plexo de Kiesselbach. A conduta incial deve ser:
É exemplo de cardiopatia congênita acianótica:
Recém-nascido a termo, peso de nascimento 2680 g, escore de Apgar de 1º e 5º minutos de 9 e 10, respectivamente. Permaneceu em alojamento conjunto, não apresentou intercorrências clínicas e recebeu alta com 48 horas de vida, pesando 2400 g. A mãe, primigesta, procurou o pronto-socorro dois dias após a alta, referindo que o bebê chora excessivamente. Ao exame, o recém-nascido apresentava-se choroso, ictérico em face, tronco e raiz de membros, mucosas semiúmidas, pesando 2320 g. A hipótese diagnóstica mais provável é:
Compartilhar