Questões na prática

Clínica Médica

Endocrinologia

Érika tem 23 anos, mora com seus pais e está cursando a universidade no curso de educação física. De alguns meses para cá vem sendo investigada por causa de crises de hipertensão arterial, cefaleia e palpitações que surgem principalmente após exercícios físicos intensos. Após exames laboratoriais e de imagem, foi confirmado diagnóstico de feocromocitoma. Para chegar ao diagnóstico da doença de Érika você não deve solicitar o exame de:

A
estimulação com glucagon.
B
catecolaminas sanguíneas.
C
supressão com dexametasona.
D
ácido vanil mandélico urinário.
Pulso paradoxal pode ser encontrado em todas as situações abaixo, EXCETO em:
Paciente portadora de lombalgia crônica, há 20 anos, consultou por ter sentido, após esforço, forte dor no membro inferior esquerdo seguida de parestesia no dorso do hálux. O exame radiográfico revelou discopatia degenerativa em múltiplos níveis lombares. Devido à piora da dor, cogitou-se hérnia de disco lombar. Que exame de imagem complementar confirmaria a hipótese diagnóstica?
Em relação à queimaduras, considerar as assertivas abaixo: I - Deve ser internado o paciente com queimadura de 2º grau que envolva mais de 20% da superfície corporal. II - Em grandes queimados, o débito urinário deve ser mantido em, pelo menos, 0,5 ml/kg/h, e a frequência cardíaca, em até 120 bpm. III - Uma das fórmulas mais utilizadas na reposição volêmica (fórmula de Parkland) sugere o uso de solução de ringer lactato a 4 ml/kg/h percentual de superfície queimada. É (são) correta (s) a (s) assertiva (s):
Paciente do sexo feminino, 92 anos, sem antecedentes de doença cardiovascular apresenta dor crônica de joelho direito. Ao exame físico, observa-se aumento de calor e volume de joelho direito, atrofia significativa da coxa direita, limitação para extensão completa da articulação e presença de crepitação. Raio X de joelho D mostra diminuição do espaço articular, osteófitos e esclerose subcondral. Qual o diagnóstico mais provável?
Compartilhar