Questões na prática

Clínica Médica

Nefrologia

Escolar de 7 anos de idade, sexo masculino, com história de há 3 semanas apresentar piodermite, é atendido em uma emergência por apresentar edema nos pés e região pré-tibial, oligúria e hematúria macroscópica. Ao exame constatou-se hipertensão arterial. Diante do quadro a opção que melhor correlaciona diagnóstico com resultado laboratorial é:

A
Glomerulonefrite difusa aguda pós-estreptocócica e dosagem sérica C3 elevada
B
Glomerulonefrite difusa aguda pós-estreptocócica e dosagem sérica de colesterol elevada
C
Glomerulonefrite difusa aguda pós-estreptocócica e dosagem sérica C3 baixa
D
Síndrome nefrótica e dosagem sérica de C3 baixa
E
Síndrome nefrótica e resultado do EAS apresentando cilindros hemáticos
Adolescente masculino, 16 anos, procura atendimento por apresentar dor na perna direita há um mês. Relata que a dor é localizada, sempre noturna e desaparece com anti-inflamatórios não hormonais. Informa ainda que não pratica nenhuma atividade física. Exame físico: ausência de sinais flogísticos na perna afetada, mobilidade preservada, radiografia e TC de fêmur: pequena área osteolítica circundada por osso reacional denso. Cintigrafia óssea: presença de áreas hipercaptantes. A hipótese diagnóstica mais provável é:
Paciente do sexo feminino, 70 anos, submetida à colecistectomia por colecistite aguda e evoluindo com fístula biliar de alto débito no terceiro dia de pós-operatório. Suspeita-se de deiscência do coto cístico. Nesse caso, qual a melhor conduta a ser tomada?
Lactente de 8 meses de vida em tratamento para otite média aguda com amoxacilina oral, apresenta uma crise convulsiva em vigência de febre, com duração menor de 15 segundos. Nesse caso, a orientação mais apropriada seria:
Muitos dos Erros Inatos do Metabolismo podem clinicamente apresentar-se inicialmente como:
Compartilhar