Questões na prática

Clínica Médica

Pediatria

Hematologia

Nefrologia

Pediatria Geral

Escolar, oito anos, comparece ao consultório com a mãe, preocupada com a doença do filho. Ela traz vários exames já realizados e solicita o parecer do médico. Ao exame clínico, a criança apresenta palidez cutâneo-mucosa, manchas café-com-leite, baixa estatura e ausência dos polegares. No hemograma, o VCM está alto e a eletroforese de hemoglobina revela níveis aumentados de hemoglobina F. O diagnóstico provável é:

A
anemia autoimune.
B
síndrome de DIAMOND-BLACKFAN.
C
síndrome de KASABACH-MERRIT.
D
anemia hemolítica microangiopática.
E
anemia de FANCONI.
Paciente 60 anos, em 16º dia pós-quimioterapia por linfoma não Hogdkin, dá entrada em PS com queixa de febre de 38,4ºC, sem outras queixas. Ao exame encontra-se em REG, corado, hidratado. P = 110 bpm, PA = 90 x 60 mmHg. Demais exame físico sem alterações. Hemograma com 500 leucócitos, radiografia de tórax e urina I sem alterações. Qual a sua conduta?
São efeitos hematológicos da esplenectomia:
Homem, 28 anos de idade, é levado à emergência com grave trauma craniano, após queda de cinco metros de altura. Foi intubado pelo serviço de atendimento pré-hospitalar, devido ao rebaixamento do nível de consciência. Apresenta-se taquicárdico, hipotenso e com sinais evidentes de fratura de crânio, sendo que a pupila direita está dilatada. Qual das seguintes medidas deve ser realizada imediatamente no sentido de reduzir a pressão intracraniana?
No exame de rotina de um lactente de quatro meses com dificuldade de ganho ponderal você observa presença de um sopro cardíaco holossistólico de regurgitação, mais audível entre o terceiro e quarto espaços intercostais esquerdos, irradiando-se em faixa para a direita, e segunda bulha hiperfonética na área pulmonar. No raio X de tórax observa-se aumento da circulação pulmonar com cardiomegalia à custa das cavidades esquerdas. O diagnóstico mais provável é:
Compartilhar