Questões na prática

Clínica Médica

Pediatria

Gastroenterologia

Endocrinologia

Pediatria Geral

Estudante de 19 anos, masculino, iniciou abruptamente com diarreia líquida, profusa, com dor abdominal em cólica e vômitos. Ao exame, encontra-se afebril, hipotenso, com vasos sublinguais baixos, dor abdominal difusa à palpação e aumento dos ruídos hidroaéreos. Numa diarreia aguda como a descrita acima, é CORRETO afirmar que o principal mecanismo fisiopatológico é:

A
Secretor, devido à ativação de AMP cíclico por toxinas e consequentemente secreção de água e cloretos pelo intestino delgado.
B
Inflamatório, pois a clínica é compatível com diarreia aguda causada por bactérias invasoras.
C
Osmótico, devido à ingestão de produtos hiperosmolares.
D
Motor, devido à liberação de serotonina e óxido nítrico, estimulados por ação bacteriana ou viral.
E
Os dados clínicos do caso acima não permitem afirmar qual é o mecanismo fisiopatológico envolvido.
A investigação por imagem do trato urinário em uma menina de 10 meses que apresentou infecção urinária deve ser feita inicialmente, por meio de:
Assinale a alternativa que contribui com o diagnóstico de apendicite aguda em uma criança de 5 anos com dor na fossa ilíaca direita.
Uma paciente de 52 anos, portadora de esclerose sistêmica progressiva, vem se queixando do surgimento, há dois meses, de dor na hemiface direita, associada à ocasionais parestesias. A explicação mais provável para estes sintomas é o acometimento da seguinte estrutura:
Fumante de 60 anos dá entrada no pronto-socorro com quadro de febre, tosse produtiva e dispneia. O RX do tórax revela derrame pleural esquerdo, com infiltrado pneumônico subjacente. A análise do líquido pleural revela líquido turvo; proteína = 4,5 g/dl; LDH = 300 Ul/L; 3.000 leucócitos/mm³ sendo 90% PMN; glicose = 65 mg/dl; pH = 7,09. Das características do líquido pleural neste caso, a que indicaria necessidade de drenagem torácica fechada em selo d’água é o valor do (a):
Compartilhar