Questões na prática

Clínica Médica

Infectologia

Nefrologia

Existem determinados achados que, especialmente quando surgem associados, permitem estabelecer com mais convicção o diagnóstico diferencial entre uma infecção do trato urinário baixo e uma pielonefrite aguda. Assinale a opção que os apresenta:

A
Mais de 100 piócitos por campo, hematuria e febre.
B
Bacteriúna maciça hematúria e dor lombar.
C
Dor lombar, cilindros leucocitários e febre.
D
Mais de 100 hemácias por campo, disúria e bacteriúria maciça.
E
Piúria, bacteriúria e hematúria.
Feliciana tem 19 anos e reside no Rio de Janeiro. Em março deste ano, procurou atendimento médico queixando-se de febre, vômitos, mialgias, cefaleia e dor retro-orbitária. Apresentava exantema no tronco, sem outras alterações ao exame físico. Encontrava-se estável, com PA=120x80mmHg, sem manifestações hemorrágicas espontâneas. O médico que a assistiu realizou a pesquisa de hipotensão postural, que foi negativa, e a prova do laço. Esta última foi feita da seguinte maneira: com a paciente sentada, insuflou o manguito do esfigmomanômetro até 130mmHg, por cinco minutos. A seguir, desinsuflou o manguito e, num quadrado de 2,5cm por 2,5cm, contou trinta petéquias. A prova foi considerada positiva. O marido de Feliciana havia recebido diagnóstico recente de dengue. conduta indicada para Feliciana, neste momento, é:
Primigesta, com 16 semanas de idade gestacional, apresenta dor de alta intensidade na região hipogástrica com sangramento genital em grande quantidade. Volume uterino, ao exame ginecológico, diminuído para a idade gestacional, colo uterino dilatado, ultrassonografia aponta a presença de embrião na cavidade uterina, batimentos cardiofetais ausentes. Qual o diagnóstico mais provável?
Das síndromes de poliposes hereditárias citadas abaixo, qual apresenta menor potencial de malignização para câncer colorretal?
Em relação ao pterígio podemos afirmar:
Compartilhar