Questões na prática

Clínica Médica

Pediatria

Reumatologia

Doenças Respiratórias

Fábio, 12 anos de idade, foi atendido na Unidade Básica de Saúde há 15 dias com infecção de vias aéreas superiores (IVAS). Retorna hoje sem sintomas de IVAS, com queixa de febre leve, mal-estar e dor articular em tornozelos, joelhos e punhos, que pioram com movimentação ativa e passiva. Exames complementares mostraram leucocitose, Proteína C reativa e VHS aumentados. Aponte o diagnóstico de Fábio.

A
Febre reumática.
B
Imunodeficiência.
C
Artrite séptica.
D
Doença de Still.
E
Doença linfoproliferativa.
Em relação à doença hipertensiva específica da gravidez (DHEG):
Em relação ao câncer de mama:
MCR, freira de 72 anos, branca, asmática com história de uso crônico e intermitente de corticoides, hipertensa em uso de enalapril e hidroclortiazida, com Índice de Massa Corporal (IMC) de 19 Kg/m², sedentária, nuligesta, menopausa aos 46 anos e que nunca fez terapia de Reposição Hormonal. Além de um programa de exercícios físicos, suporte nutricional e suplementação de cálcio e vitamina D e levando-se em conta a melhor relação custo-benefício, o que mais poderia ser prescrito para a freira MCR?
Criança de 5 anos apresenta febre de 40ºC, com duração de 1 a 2 semanas, remitente e refratária a antibióticos, tendo ainda manifestações típicas como: congestão conjuntival bulbar bilateral em geral sem exsudato; eritema da mucosa oral e faríngea com língua de "framboesa"; lábios secos e rachados; eritema e tumefação das mãos e pés; exantema maculopapuloso e linfadenopatia cervical não supurativa, em geral unilateral. Com uma ou três semanas apresentam descamações dos dedos das mãos e pés. Qual a patologia mais provável?
Compartilhar