Questões na prática

Clínica Médica

Endocrinologia

Infectologia

Febre hemorrágica viral refere-se a um grupo de doenças causadas por distintas famílias de vírus. O termo em geral é utilizado para descrever uma síndrome multissistêmica grave, que se caracteriza por um dano vascular generalizado e apresenta uma evolução clínica variável, desde formas clínicas leves até formas graves, com alta mortalidade. A respeito do assunto, considere as seguintes afirmativas: 1. Vírus associados a febre hemorrágica são zoonóticos, ou seja, residem naturalmente em hospedeiro reservatório animal ou vetor artrópode, sendo viroses geograficamente restritas a áreas onde os seus hospedeiros vivem. 2. As febres hemorrágicas virais são causadas por quatro distintas famílias de vírus (arenaviridae, filoviridae, buniaviriridae e flaviviridae), que se caracterizam por serem vírus DNA e terem como reservatório natural o homem. 3. A maioria dos casos de febre hemorrágica viral relatados em todo o mundo é causada pelo vírus da dengue, sendo que a dengue hemorrágica representa a manifestação clínica mais grave dessa doença, caracterizando-se por extravasamento plasmático, trombocitopenia e diátase hemorrágica, a qual ocorre em uma pequena proporção de casos. 4. O espectro clínico da infecção por vírus da febre amarela varia de quadros assintomáticos, que ocorrem na metade dos infectados, a formas leves ou moderadas, com doença febril não específica em 30% dos casos, até as formas ictéricas graves, em cerca de 20% das infecções. O tratamento precoce com antivirais permite a resolução clínica da maioria dos casos. Assinale a alternativa correta.

A
Somente a afirmativa 2 é verdadeira.
B
Somente as afirmativas 1 e 3 são verdadeiras.
C
Somente a afirmativa 1 é verdadeira.
D
Somente as afirmativas 1 e 4 são verdadeiras.
E
Somente a afirmativa 3 é verdadeira.
Em algumas afecções cardiopulmonares, durante uma inspiração sustentada pode-se detectar pulso paradoxal, que se refere a:
Paciente feminina, 30 anos, procurou seu médico com queixas de crises de rubor em região cervical e face e episódios diarreicos. Foi tratada sintomaticamente por 30 dias e durante o acompanhamento desenvolveu, ainda, episódios de broncoespasmo acompanhando os sintomas anteriores que persistiam, e emagrecimento de 5 kg. Foram solicitados hemograma e Rx de Tórax sem alterações em seus resultados. Evoluiu com quadro de constipação e distensão abdominal acentuada. Realizou então Rx de Abdome agudo que demonstrou alças de intestino delgado dilatadas e níveis hidroaéreos. A alternativa que contém o exame que confirma o diagnóstico mais provável da paciente é:
Qual das alterações endócrino-metabólicas abaixo, pode ser considerada como efeito adverso associado ao uso crônico dos corticosteroides?
Em relação à artrite reumatoide, assinale a opção INCORRETA.
Compartilhar