Questões na prática

Clínica Médica

Endocrinologia

Infectologia

Febre hemorrágica viral refere-se a um grupo de doenças causadas por distintas famílias de vírus. O termo em geral é utilizado para descrever uma síndrome multissistêmica grave, que se caracteriza por um dano vascular generalizado e apresenta uma evolução clínica variável, desde formas clínicas leves até formas graves, com alta mortalidade. A respeito do assunto, considere as seguintes afirmativas: 1. Vírus associados a febre hemorrágica são zoonóticos, ou seja, residem naturalmente em hospedeiro reservatório animal ou vetor artrópode, sendo viroses geograficamente restritas a áreas onde os seus hospedeiros vivem. 2. As febres hemorrágicas virais são causadas por quatro distintas famílias de vírus (arenaviridae, filoviridae, buniaviriridae e flaviviridae), que se caracterizam por serem vírus DNA e terem como reservatório natural o homem. 3. A maioria dos casos de febre hemorrágica viral relatados em todo o mundo é causada pelo vírus da dengue, sendo que a dengue hemorrágica representa a manifestação clínica mais grave dessa doença, caracterizando-se por extravasamento plasmático, trombocitopenia e diátase hemorrágica, a qual ocorre em uma pequena proporção de casos. 4. O espectro clínico da infecção por vírus da febre amarela varia de quadros assintomáticos, que ocorrem na metade dos infectados, a formas leves ou moderadas, com doença febril não específica em 30% dos casos, até as formas ictéricas graves, em cerca de 20% das infecções. O tratamento precoce com antivirais permite a resolução clínica da maioria dos casos. Assinale a alternativa correta.

A
Somente a afirmativa 2 é verdadeira.
B
Somente as afirmativas 1 e 3 são verdadeiras.
C
Somente a afirmativa 1 é verdadeira.
D
Somente as afirmativas 1 e 4 são verdadeiras.
E
Somente a afirmativa 3 é verdadeira.
Paciente feminina, 82 anos de idade, branca, sem comorbidades, teve queda da própria altura há 4 meses, com fratura de colo de fêmur. Veio à consulta de rotina trazendo exames laboratoriais e raio X de tórax, com evidência de fratura de T11 e sinais de osteopenia. PTH e cálcio sérico normais; tomografia excluiu causa neoplásica. A CONDUTA CORRETA para essa paciente é:
Sobre o transplante de órgãos abdominais, assinale a alternativa INCORRETA:
Homem, 55a, refere disfagia esporádica há 7 meses, principalmente para alimentos secos. Nega emagrecimento. Exame físico: normal. Endoscopia digestiva alta: tumor submucoso medindo 2,0 cm, com mucosa íntegra e coloração semelhante à mucosa adjacente, localizado a 26 cm da arcada dentária superior. Biópsia: mucosa de esôfago, sem particularidades. A HIPÓTESE DIAGNÓSTICA É:
A assertiva verdadeira sobre a resposta metabólica ao trauma é a seguinte:
Compartilhar