Questões na prática

Clínica Médica

Infectologia

Feliciana tem 19 anos e reside no Rio de Janeiro. Em março deste ano, procurou atendimento médico queixando-se de febre, vômitos, mialgias, cefaleia e dor retro-orbitária. Apresentava exantema no tronco, sem outras alterações ao exame físico. Encontrava-se estável, com PA=120x80mmHg, sem manifestações hemorrágicas espontâneas. O médico que a assistiu realizou a pesquisa de hipotensão postural, que foi negativa, e a prova do laço. Esta última foi feita da seguinte maneira: com a paciente sentada, insuflou o manguito do esfigmomanômetro até 130mmHg, por cinco minutos. A seguir, desinsuflou o manguito e, num quadrado de 2,5cm por 2,5cm, contou trinta petéquias. A prova foi considerada positiva. O marido de Feliciana havia recebido diagnóstico recente de dengue. conduta indicada para Feliciana, neste momento, é:

A
expandir volemia vigorosamente com solução salina isotônica.
B
solicitar hematócrito e plaquetometria imediatamente.
C
realizar pesquisa de IgM e IgG séricas para dengue.
D
repetir a prova do laço feita de forma incorreta.
Um menino de 8 anos é atendido com quadro de tosse produtiva há 10 dias. Inicialmente apresentou febre por 48 horas, mal estar e cefaleia com tosse seca, sem coriza ou dor de garganta. O Raio X solicitado demonstrou imagem de infiltração intersticial e peribrônquica. A etiologia mais provável para o quadro é:
Com relação à Síndrome de Abstinência Alcoólica (SAA), marque a alternativa INCORRETA:
Assinale a alternativa correta quanto à osteoporose:
Paciente de 26 anos, sexo masculino, vítima de acidente automobilístico, deu entrada no pronto socorro, queixando-se de dor torácica. Segundo SAMU o volante do carro estava torto. Na radiografia simples anteroposterior de tórax em posição supina apresenta alargamento de mediastino. Assinale a alternativa que não pode estar relacionado ao Rx descrito:
Compartilhar